Frio em Goiânia e pandemia motivam empresa a antecipar sua tradicional campanha do agasalho

0
189
Foto: Divulgação

As temperaturas mais baixas, que são tradicionalmente registradas em Goiânia entre maio e agosto, inspiram atenção e cuidados com pessoas em situação de vulnerabilidade social, que muitas vezes não possuem condições de adquirir vestimentas de proteção adequadas para este período.

Atenta a esta triste realidade, a Brasal Incorporações antecipou a realização de sua ação anual de arrecadação de agasalhos e cobertores, que este ano teve início ainda no mês de abril, e realizou na última semana a entrega das peças para duas instituições que realizam o amparo a pessoas em situação de rua.

As doações foram entregues ao Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), no Setor Sul, e à comunidade do Jardim Itarumã, em Abadia de Goiás. As peças arrecadadas foram recebidas com muita alegria pelas comunidades contempladas e vão atender cerca de 260 pessoas.

A campanha faz parte do calendário anual de ações da empresa e este ano teve seu início antecipado para o mês de abril, para contemplar todo o período de frio. A ação mobilizou profissionais das obras Cena Marista, Reserva Newest e Reserva Parque Areião, além do corpo administrativo e terceirizados.

“Foi uma movimentação muito válida e que realmente surtiu bastante efeito. Tenho certeza que está sendo de grande valia para quem recebe e também para quem está doando. Ficamos muito felizes por poder fazer um pouquinho por essas pessoas que precisam muito de um olhar social”, afirmou o engenheiro Rodrigo Oliveira Pinto, um dos coordenadores da ação.

Na entrega das doações, Rodrigo representou a Brasal acompanhado do engenheiro de instalações Guilherme Ataíde e das técnicas em segurança do trabalho Kacia Gonçalves e Marta Gonçalves. A líder comunitária Rosilene Ferreira, que realiza trabalho social com as famílias que vivem no Jardim Itarumã, ajudou a equipe da Brasal a distribuir as peças arrecadadas, ressaltando a importância deste tipo de ação.

“Esta ação da Brasal é de suma importância para nossa comunidade. É um lugar carente e, na época do frio, as doações ajudam bastante nossas crianças e idosos. Com a pandemia, muitas famílias daqui perderam seus trabalhos, e às vezes o pouco dinheiro mal dá para a comida. Na época do frio, ficamos ainda mais fragilizados. É muito gratificante ver outras pessoas nos ajudando. Precisamos muito da contribuição de todos”, reforçou Rosilene.

A prefeitura de Goiânia, responsável pela gestão do Centro POP, destaca que, embora a administração pública desenvolva uma série de projetos voltados para a assistência social de pessoas em vulnerabilidade, a contribuição da iniciativa privada com ações deste tipo é fundamental. Para Marcos Maria Prado, gerente de abordagem do Centro POP, os parceiros como a Brasal são imprescindíveis para levar o amparo a um maior número de pessoas.

“A prefeitura de Goiânia desenvolve vários projetos especificamente voltados para pessoas em situação de rua. Em todos eles, contamos com mãos valiosas que são os parceiros dispostos a unir forças com a prefeitura. São empresas como a Brasal que fazem toda diferença, quando nos procuram oferecendo doações de agasalhos e cobertores para moradores de rua, que sofrem para fugir das madrugadas de frio intenso”, disse Marcos Maria Prado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here