Hemorrede Pública de Goiás foca em doadores de plaquetas no Dia Mundial do Doador de Sangue

0
183
Foto: Divulgação

Na edição deste ano do Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado no dia 14 de junho, a Hemorrede Pública de Goiás terá como foco o doador de plaqueta por aférese, modalidade de doação em que são extraídas apenas as plaquetas do sangue do doador. Em média, são realizadas 78 doações de plaquetas por aférese por mês.

A prática, além de proporcionar uma maior qualidade do hemocomponente para o doador, promove uma ampliação dos estoques de sangue, uma vez que reduz o consumo de bolsas de sangue com a retirada de uma quantidade concentrada de plaquetas em relação à coleta tradicional. A bolsa coletada por aférese é equivalente a entre seis e oito unidades de plaquetas randômicas, que são aquelas extraídas de uma bolsa de sangue comum. “Um paciente de 100 quilos, por exemplo, vai precisar de 10 bolsas de plaquetas randômicas. No caso da aférese, uma única bolsa consegue resolver a situação do paciente e ele vai deixar de receber transfusão de 10 doadores, porque a máquina consegue extrair somente as plaquetas de um único doador, devolvendo o restante dos componentes do sangue”, explica a diretora técnica da Hemorrede, Ana Cristina Novais.

O procedimento, realizado com um equipamento especial, consiste na extração do sangue, separação das plaquetas, e retorno do sangue para o doador de forma instantânea. A Hemorrede Pública de Goiás conta atualmente com cinco equipamentos, sendo quatro em Goiânia e um em Rio Verde. A diretora explica que, além da questão da economicidade, a coleta por aférese também proporciona um produto de melhor qualidade para o paciente. “Ele é um hemocomponente que acaba tendo uma melhor qualidade, pois é proveniente de um único doador e essa máquina consegue extrair e filtrar os leucócitos e reduzir reações a esses pacientes, uma vez que a plaquetaférese é utilizada principalmente em pessoas que são submetidas a várias transfusões, como nos casos das leucemias, dos pacientes que vão passar por transplantes, gestantes que estão com a imunidade baixa e pacientes que tiveram reações alérgicas.”

A vida útil das plaquetas isoladas, no entanto, é menor do que a dos demais componentes sanguíneos, de apenas cinco dias, enquanto um concentrado de hemácias pode durar até 42 dias e o plasma, no mínimo um ano. Mesmo assim, diz Ana Cristina, a aférese colabora muito para a manutenção de estoques de bolsas no Hemocentro. “É muito importante na condução, remanejamento e controle de estoque, porque se de um único doador eu consigo uma aférese ou até duas, equivale a 16 doações de um doador com uma bolsa total. Então contribui sim, e muito, para a manutenção do estoque. Por isso que o doador de aférese merece nossos parabéns de uma forma muito especial, porque ele garante essa maior segurança para os pacientes que estão com a imunidade baixa e, ao mesmo tempo, colaboram para manter o estoque.”

Homenagem
Para ressaltar a importância do doador de plaquetas por aférese, a Hemorrede irá fazer uma homenagem a 20 doadores de Goiânia e 10 de Rio Verde, escolhidos pelo critério do maior número de doações de plaquetas, que irão receber uma medalha pela contribuição que dão ao sistema público de Saúde do Estado. Em Goiânia, a homenagem será no Hemocentro Coordenador, na próxima segunda-feira, 14 de junho, às 9 horas. Em Rio Verde, a homenagem será no Hemocentro Regional da cidade, no mesmo horário.

Também em comemoração ao Dia Mundial do Doador de Sangue, as demais unidades da Hemorrede do Estado receberão totens em que o doador, ao apertar um botão, colabora para encher um coração com um líquido que simula sangue. Os totens foram entregues pelo governador do Estado, Ronaldo Caiado, às representantes dos Hemocentros Regionais e Unidades de Coleta e Transfusão na cerimônia de inauguração do novo Hemocentro Coordenador, no último dia 1º. Os doadores que forem às unidades na próxima segunda-feira receberão, ainda, um coração antiestresse de borracha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here