Procon fiscaliza rodoviárias durante as férias

Os fiscais verificam se as empresas disponibilizam de forma objetiva e visível os preços dos bilhetes, o cumprimento do o Estatuto do Idoso e outros direitos do consumidor

0
250
Foto: Divulgação

O Procon Goiânia realizou nesta semana fiscalização nas rodoviárias da capital para verificar se as empresas disponibilizam de forma objetiva e visível os preços dos bilhetes, o cumprimento do Estatuto do Idoso que garante gratuidade ou descontos nas passagens, além de desconto de no mínimo 50% do valor das passagens para jovens de baixa renda.

No Terminal Rodoviário que fica no Setor Central, cerca de 29 empresas foram autuadas por não informarem de forma objetiva os preços dos bilhetes aos passageiros. Na rodoviária de Campinas, 4 empresas foram autuadas pela mesma infração.

Para as pessoas que planejam viajar de ônibus durante a pandemia, o presidente do Procon Goiânia, Gustavo Cruvinel, explica que se acontecer algum imprevisto próximo ou no dia da viagem, o consumidor tem o direito de remarcar ou cancelar a passagem.

“Se o consumidor optar por cancelar a viagem, a desistência deve ser comunicada pelo menos 3 horas antes do embarque, após isso, é possível até receber o dinheiro de volta. Nesses casos, a Agência Nacional de Transportes Terrestres explica que a empresa está autorizada a ficar com 5% do valor do bilhete. Já no caso de reembolso a empresa tem até 30 dias para fazer a restituição”, aponta Gustavo Cruvinel.

Caso o consumidor encontre alguma irregularidade na compra de passagens de ônibus nas rodoviárias de Goiânia, poderá denunciar no Procon Goiânia por meio do telefone 3524-2349.

Anderson Marcelo, da editoria de Defesa do Consumidor

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here