Tribuna Política | Dos deputados do orçamento secreto, só Vitor Hugo apoiou o voto impresso

0
260

Contemplados no início deste ano com verbas do orçamento secreto do governo federal, os deputados federais José Nelto (Podemos) e Lucas Vergilio (Solidariedade) não votaram a favor, conforme tanto pediu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), pela aprovação da PEC do Voto Impresso, derrotada com 229 votos favoráveis e 218 contrários. O outro dos três goianos citados como beneficiários das emendas secretas foi Vitor Hugo (PSL), que votou a favor, como queria o presidente. O pesselista, que já foi líder do governo na Câmara dos Deputados, é apontado como o gerente escolhido por Bolsonaro para comandar o orçamento. No primeiro semestre deste ano, foram liberados aproximadamente R$ 3 bilhões. Além do escândalo por esses recursos serem destinados sem critérios e fiscalização a governadores e prefeitos, a Controladoria-Geral da União (CGU) apontou risco extremo de sobrepreço nos convênios firmados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional na aquisição de tratores e equipamentos agrícolas.

Fora do ninho

Enquanto o PSDB goiano se reunia em Goiânia com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o prefeito de Palmeiras de Goiás, Vando Vítor, do partido, estava em Rio Verde em evento com o governador Ronaldo Caiado (DEM), no sábado, 7. Pode ser mais uma baixa à vista no partido de Marconi Perillo, que recepcionou Leite.

Fachada

Marconi voltou a fazer críticas às mudanças feitas pelo atual governo nos nomes de programas e obras do estado. Após o anúncio da troca da nomenclatura dos hospitais de urgência que compunham a chamada Rede Hugo para Hospitais Estaduais, o ex-governador disse que Caiado faz isso para apagar o que ele fez.

E a UEG?

Marconi, durante seus quatro governos, recebeu de Iris Rezende (MDB) as mesmas críticas, principalmente quanto à criação da Universidade Estadual de Goiás (UEG), apoderada por Marconi, que, segundo o emedebista, não foi nada além da incorporação das faculdades estaduais já existentes à Universidade Estadual de Anápolis (Uniana), que passou a se chamar UEG.

Quem entende?

Apoiador da volta do voto impresso, o deputado federal Francisco Júnior (PSD), que deu seu voto favorável a ele, criticou o retrocesso da volta das coligações proporcionais, aprovada em primeiro turno, na terça-feira, pela Câmara dos Deputados. Disse que votou contra a medida por entender que o Brasil já vinha fazendo alterações que estabeleceram melhorias na legislação eleitoral.

Novo projeto

Ex-prefeito de Bela Vista, Eurípedes do Carmo (PSC) está no radar do caiadismo para disputar mandato de deputado estadual e recebeu, na sexta-feira, visita da equipe política do governador. Irmão do senador Luiz do Carmo (MDB), ele presidiu a Agehab na gestão de Caiado, de quem teve apoio na última eleição, quando tentou voltar à prefeitura, mas perdeu para a reeleita Nárcia Kelly (Progressistas).

Pinguela

Em nova denúncia de repercussão nacional do deputado federal Elias Vaz (PSB) contra Jair Bolsonaro (sem partido), ele divulgou documentos oficiais que mostram que o presidente gastou três vezes mais que o valor de uma ponte de madeira no estado do Amazonas para inaugurar a obra.

NÃO PARE > A gestão do prefeito Rogério Cruz (Republicanos) já executou em Goiânia os serviços de sinalização em 306 vias das 639 previstas. Foram, até agora, preenchidos 100 mil m² de sinalização e outros 65 mil m² estão em execução. São escaladas, em média, 12 equipes para desempenharem esse trabalho nas vias que passaram por recapeamento asfáltico.

Rinha

Deputado estadual, Amauri Ribeiro (Patriota) insistiu em brigar com a vereadora por Goiânia Luciula do Recanto (PSD) por ela ter denunciado e invadido uma rinha de galos na capital. Após dizer na Assembleia Legislativa que ela “merecia um tiro na cara”, ele corre o risco de perder o mandato.

Encrencado

Amauri terá de enfrentar a Comissão de Ética da Assembleia e, ainda, o Conselho de Ética do partido e a Polícia Civil, que recebeu a denúncia feita pela vereadora.

Especiais

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia destinou área para a construção da nova fábrica da Cerveja Colombina. Ela, que iniciou suas operações no município, é a maior marca de cervejas criada no estado. O termo de cessão e posse foi assinado pelo prefeito Gustavo Mendanha (MDB).

Produtor rural

O deputado estadual Rubens Marques (Pros) foi escolhido pela Comissão de Finanças da Assembleia como relator de processo que trata da liberação de recursos financeiros da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para trabalhadores da agricultura familiar de Goiás.

Prerrogativas

A Assembleia aprovou em primeira votação projeto para instituir o Dia Estadual de Defesa das Prerrogativas dos Advogados Goianos. De autoria do deputado Humberto Aidar (MDB), a data escolhida foi 21 de julho, dia em que o advogado Orcélio Ferreira Silvério, de 32 anos, foi agredido em abordagem policial, em Goiânia, quando foi defender um vigia de carros. A matéria segue para a Governadoria.

Novo youtuber

O diretório do partido Novo em Goiás vai buscar ajuda do youtuber Raphael Lima para discutir estratégias para montagem de chapa de deputados para 2022. Ele é dono do canal no YouTube Ideias Radicais, que trata de política e economia, e tem quase 700 mil inscritos.

1 Delivery

Foi aprovado pela Câmara de Goiânia a criação de espaços de descanso e estacionamento para motociclistas e ciclistas entregadores de serviço delivery.

2 Prefeitura

De autoria do vereador Lucas Kitão (PSL), a medida altera o Código de Posturas do município. A proposta segue para apreciação do Paço.

3 Parcerias

Caso sancionada, os espaços poderão ser construídos em parceria com os aplicativos que atuam na capital e em toda a Região Metropolitana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here