Coluna Política | Votos dos prefeitos da carta para Daniel Vilela não o elegeriam nem deputado federal

0
495

Os votos recebidos nas eleições de 2020 pelos 27 dos 28 prefeitos do MDB que assinaram carta endereçada ao presidente regional, Daniel Vilela, para que o partido manifestasse apoio ao DEM do governador Ronaldo Caiado, com vistas à vaga de vice-governador na chapa do próximo ano, não seriam suficientes para eleger um deputado federal por Goiás sem ajuda da legenda partidária. Juntos, eles receberam 125,2 mil votos, menos do que os 179 mil que elegeram Daniel em 2014. Somados aos de Maguito Vilela, em Goiânia, e Gustavo Mendanha — que não assinou a carta nem foi convidado para a reunião —, em Aparecida, os prefeitos emedebistas eleitos alcançaram pouco mais de 600 mil votos. Ao todo, os candidatos a prefeito pelo partido tiveram 769,2 mil votos e os a vereador, 343,2 mil. Em contraponto, dois dos prefeitos expulsos do MDB por Daniel Vilela depois de responderem por infidelidade partidária por ter apoiado Caiado em 2018 receberam mais da metade dos votos dos 27 da carta. Adib Elias (pelo Podemos, hoje sem partido) recebeu 28,9 mil votos de Catalão e Paulo do Vale (DEM), 45,5 mil de Rio Verde, ambos foram reeleitos.

Oposição é oposição

Crítico contumaz do governador Ronaldo Caiado, o deputado Cláudio Meirelles (PTC) adotou para a frota que leva ele e a equipe de assessores para as visitas ao interior do estado adesivos com os dizeres “Caiado nunca mais.”

Serão

No Paço Municipal há um corre-corre e muita pressão aos auxiliares da administração para que deslanchem com obras e programas que devem ser entregues à população pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos) no aniversário de Goiânia, em 24 de outubro.

BRT

O trecho II do BRT, nos 10 quilômetros entre os terminais do Recanto do Bosque e o Rodoviário da capital, é a maior e mais representativa das obras deste primeiro aniversário com Cruz à frente da prefeitura.

Com Caiado

Decidido a deixar o PSDB, o deputado federal Célio Silveira se filiará ao Republicanos. A outra opção, o MDB, com o qual ele já chegou a cumprir agenda em eventos, foi descartada por ter menos garantia de ir com Caiado, com quem o deputado já fechou apoio para 2022.

E o agro?

Das seis visitas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a Goiás em 2021, a do último final de semana foi a mais duradoura e política. Ele teve encontros longos com evangélicos, militares, motoqueiros e as forças de segurança, seus principais apoiadores. Só faltou o agronegócio.

Lula aqui

Líder nas pesquisas para a Presidência, o ex-presidente Lula (PT) fará visita a Goiás até o final de novembro, dentro da programação da agenda intitulada Lula pelo Brasil, revela o presidente interino do partido no estado, Ceser Donisete.

Ocupadíssimo

Segundo ele, depois de iniciar pelos estados do Nordeste e em São Paulo, estão definidas as datas de Minas e Bahia. “Em Goiás, ele virá ainda neste ano, é certo que virá, já foi confirmado, só não foi definida a data porque a agenda exige muito, com entrevistas e articulações”, diz Ceser.

TESTE > Organizado pela Associação Nipo-Brasileira de Goiás, em parceria com a Embaixada do Japão no Brasil, o Festival Bon Odori Box inaugura os eventos em formato híbrido (presencial e on-line) para testes oficiais do governo do estado e da Prefeitura de Goiânia para dados que serão usados no controle de Covid-19 e possível retomada de eventos. Pelo modelo, é feita a testagem de 100% do público, que passa a ser monitorado por 14 dias após o evento.

Digital digital

Ao completar, em agosto, dois anos de funcionamento, o Vapt Vupt do Jardim Ingá, em Luziânia, estreou o Kit Biométrico para a confecção de RG, novidade para o distrito que possui mais de 100 mil habitantes nos seus mais de 20 bairros.

Foco no Entorno

Segunda a ser inaugurada pela gestão Caiado, a unidade se aproxima dos 100 mil atendimentos desde que foi entregue para reforçar o atendimento ao cidadão na região do Entorno do Distrito Federal.

Bilhão social

No campo social, o governo do estado atingiu R$ 1 bilhão em investimentos. São responsáveis pelos programas sociais a Secretaria de Desenvolvimento Social, o Gabinete de Políticas Sociais e a OVG.

Canteiros

Na prefeitura de Goiânia, o secretário de Desenvolvimento e Economia Criativa, Paulo Henrique da Farmácia (PTC), participa, junto à primeira-dama Thelma Cruz, do plantio da horta comunitária, criada pela antecessora Iris Araújo.

Diga 45

O deputado estadual Gustavo Sebba (PSDB) não deixou de exercer a medicina e realiza trabalhos voluntários. Na quarta-feira, atendeu no PSF do distrito de Ordália, no município de Itauçu.

Romaria

Em Trindade, há fila de pretensos candidatos a deputado federal para pedir apoio da deputada estadual Flávia Morais (PDT). Nos três mandatos na Câmara ela já destinou mais de R$ 82 milhões em emendas para o município.

Aniversariante

Tem chovido anúncios de recursos para a Capital da Fé nesta semana, em virtude da comemoração dos 101 anos de Trindade. O senador Luiz do Carmo (MDB) foi outro que fez entrega de emendas. Destinou, de uma só vez, R$ 2,3 milhões. O prefeito Marden Júnior (Patriota) o recepcionou.

1 Bus Rapid

Alexandre Baldy (Progressistas), quando ministro das Cidades no governo de Michel Temer (MDB), foi quem autorizou a retomada das obras do BRT de Goiânia.

2 Travado

Atual secretário de Transportes de São Paulo, ele a destravou em 2017, na gestão de Iris Rezende (MDB). O projeto estava paralisado havia dois anos.

3 Mobilidade

O investimento foi de mais de R$ 200 milhões, do governo federal, para o projeto que atenderá a 148 bairros e a 150 mil cidadãos por dia, quando concluído.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here