Tribuna Política | Delegado Waldir diz que sua candidatura ao Senado foi condição para a fusão PSL/DEM

0
249
Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O deputado federal Delegado Waldir (PSL) diz que a garantia da vaga de candidato a senador na chapa de 2022 foi uma das condições para que seu partido aceitasse a fusão com o DEM do governador Ronaldo Caiado para formar o União Brasil. “O presidente Luciano Bivar e o Rueda [Antônio, vice do PSL] colocaram essa candidatura como condição, desde que, claro, eu preencha os critérios. Não vou colocar a faca no pescoço do governador”, assegura o deputado. Waldir garante, portanto, que aceita disputar com tranquilidade a vaga “dentro de pesquisas eleitorais, dentro de critérios claros”. Segundo ele, seu partido, o PSL, com a fusão, voltou a apoiar Caiado em Goiás e não chega de mãos vazias. “Estamos trazendo estrutura, tempo de programa eleitoral e o deputado federal mais bem votado duas vezes nas eleições em Goiás. E um partido muito sólido.”

Sobre a retomada de negociações entre o governo e o Progressistas, que quer a vaga para seu presidente regional, Alexandre Baldy, Delegado Waldir ressalta que todos os partidos que quiserem caminhar com o governador serão bem-vindos, por ser um projeto de grupo. Ele reafirma a necessidade de se estabelecer critérios para a escolha. “Quem quiser disputar a vaga ao Senado que dispute os critérios, eu não aceitaria — e acho que ninguém aceitaria — é faca no pescoço do governador em busca dessa vaga ou colocando ela como única condição para apoio em 2022”, finaliza o deputado.

Fonte de votos

Futuro presidente do diretório regional do União Brasil, Caiado convidou o ex-deputado federal Fábio Sousa para se filiar ao partido e ser candidato novamente a uma vaga na Câmara. Eles se encontraram em entrevista que o governador concedeu ao programa Fábio Sousa com Você, da Rede Fonte.

Sem presidente

Após a convenção para fusão dos partidos, a primeira baixa anunciada em Goiás foi a do deputado estadual Major Araújo, que é presidente do PSL Goiânia e oposição a Caiado na Assembleia. Ele foi à tribuna da Casa dizer que já pediu que tirem de seu nome o partido e que já está procurando outra sigla.

Absorventes

Vetado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o projeto que obriga disponibilização gratuita de absorventes para estudantes de baixa renda caminha para ser adotado por praticamente todos os estados.

Goiás terá

Caiado anunciou que já determinou às secretarias de Educação e de Desenvolvimento Social que façam isso para todas as alunas da rede pública e mulheres em vulnerabilidade social. Ceará, Paraíba, Maranhão e Piauí são outros que também farão o mesmo.

Agenda

O deputado estadual Zé Carapô (DC) se juntou ao colega Paulo Cezar Martins (MDB) para acompanhar as articulações da candidatura de Gustavo Mendanha (sem partido) ao governo.

Não segue

Paulo Cezar Martins, embora esteja dedicado à pré-campanha do prefeito de Aparecida, não seguirá os passos partidários dele. Garante que vai continuar no MDB.

Bela Vista

No aniversário, comemorado na quinta-feira, 7, Mendanha recebeu visita da prefeita de Bela Vista de Goiás, Nárcia Kelly (Progressistas), que foi à cidade para parabenizá-lo.

MAIS UMA DOSE > A Prefeitura de Goiânia iniciou no sábado a imunização das pessoas a partir de 60 anos com a terceira dose (D3), desde que tenham recebido a segunda dose (D2), de qualquer imunizante, há pelo menos seis meses. Os imunossuprimidos a partir de 30 anos também estão com a terceira dose liberada.

Antes tarde

Em prestação de contas atrasada, referente aos dois quadrimestres de 2021, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), se justificou com os vereadores ao dizer que ela precisou ser adiada em razão da pandemia.

Tuia cheia

No balanço de Cruz consta que os investimentos na área da saúde já superaram em 30% o mínimo constitucional de 15%. Ele comemorou que o superávit do período supera os R$ 280 milhões.

Rombos

Prefeitos aguardam ansiosos a votação, prevista para as próximas semanas, da PEC dos Precatórios (PEC 23/2021), que incluiu no texto a proposta que prevê o parcelamento da dívida previdenciária dos municípios. É uma das pautas prioritárias do movimento municipalista.

Pra frente

O texto estabelece que fica excepcionalmente autorizado o parcelamento dos débitos decorrentes de contribuições previdenciárias dos municípios com o Regime Geral de Previdência Social em até 240 prestações mensais.

Tecnologia

O vereador por Goiânia Anselmo Pereira (MDB) lidera o projeto de implantação do Farol Tecnológico, o primeiro do Brasil, a ser instalado na Praça Universitária, no Palácio da Cultura e na Biblioteca Marieta Telles.

Interligados

O projeto sairá da parceria que envolve, da Prefeitura de Goiânia, o Escritório de Prioridades Estratégicas, Secretaria de Cultura e o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico (Codese).

Dele, sim

Deputada estadual, Adriana Accorsi (PT) lamentou os 600 mil mortos pela Covid-19 no país. Culpou o negacionismo do presidente e o atraso na compra de vacinas, além dos ataques feitos por ele ao uso de máscaras e ao isolamento social.

1 Concurso

O Governo de Goiás anunciou oito concursos públicos para 2022. A maioria das vagas está concentrada principalmente nos setores de segurança pública.

2 2 MIL

As outras seleções são para a Secretaria de Administração, PGE, UEG e Goinfra. O total será de 2.031 vagas, já previstas as despesas na LOA de 2022.

3 Fisco

A Secretaria da Economia dará posse a 28 auditores fiscais aprovados em concurso público no final da gestão passada, para superar o déficit de pessoal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here