Educação em Foco | Servidor de Goiânia conquista 3º lugar em campeonato brasileiro de jiu-jitsu

0
279
Foto: Divulgação/Educação

Fabiola Rodrigues

 

A servidora da Prefeitura de Goiânia Elaine Palazzo disputou, na semana passada, o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu (CBJJ/IB JJF), realizado no Rio de Janeiro, e conquistou o terceiro lugar na competição. A auxiliar de atividades educativas do Cmei Orienteville integra a equipe Brothers Gyn, é faixa roxa e compete na categoria “peso pena”.

Elaine trabalha no Cmei no período vespertino e, à noite, se dedica aos treinos. A profissional também dá aula de Jiu-Jitsu. Ela conta que pratica o esporte desde os 17 anos, mas foi somente nos últimos 5 anos que decidiu se dedicar profissionalmente. Agora, depois de muito esforço, ela colhe os frutos: vive de forma mais saudável, inspira alunos e servidores e é premiada em competições internacionais. 

PREPARO

No Cmei, a profissional realiza atividades de expressão corporal com as crianças e com os profissionais da instituição durante os planejamentos pedagógicos. “Eu trabalho com crianças pequenas, de 3 e 3 anos, então, o esporte vem de forma bem lúdica. Em conjunto com a professora Neuzanir, trabalhamos muito a coordenação motora e utilizamos a expressão corporal e o esporte por meio de atividades com circuitos”, afirma.

“O esporte para mim significa autoconfiança e saúde, alivia as dores e restabelece a socialização. Somos todos iguais no tatame, sem distinção de raça, posição social ou aparência física. Principalmente no jiu-jitsu, trabalhamos todo o corpo, a musculatura, a autonomia da mente, além de aprender a ganhar e a lidar com a derrota, a defesa e o cuidado”, destaca Elaine.

A diretora da unidade, Zilda Alves, falou sobre o orgulho de ver a colega ser premiada em âmbito nacional, principalmente, por se tratar da prática de esportes que acumula tantos benefícios à saúde, como bem-estar corporal, emocional e social, contribuindo para a superação de obstáculos e limitações. 

“Ela trouxe a medalha para Goiás, Goiânia e o CMEI Orienteville, que sente muito orgulho dessa conquista, afinal, ela representa não só o esporte, mas a força da mulher, mãe, profissional, dona de casa, esposa”, destacou Zilda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here