“Temos vacinas eficazes, seguras e gratuitas”

Goiás vacinou mais de 40 mil crianças e adolescentes durante a Campanha Nacional de Multivacinação de 2021, mas a procura da população para atualizar a caderneta é baixa

0
326

Dhayane Marques

Desde 1973, quando o Programa Nacional de Imunização (PNI) foi criado e integrado ao calendário do Sistema Único de Saúde (SUS), passaram a ser disponibilizadas diversas vacinas para a população de maneira universal. Embora o Brasil tenha se tornado uma referência mundial, especialistas e profissionais da área da saúde têm alertado sobre a queda no índice de cobertura vacinal de doenças consideradas erradicadas no país.

Casos de poliomielite, sarampo, difteria e rubéola já chegaram a ter números zerados no Brasil. De acordo com os dados do Ministério da Saúde, entre 2015 e 2020, houve uma queda na cobertura vacinal na população. Em 2015, Goiás imunizou 93,5% da população, apesar de o número ser positivo nos anos seguintes esse índice não se repetiu. Segundo o DataSUS, em 2020 o estado registrou 66,76% de cobertura vacinal.

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde do Estado de Goiás, Flúvia Amorim, por causa da pandemia da Covid-19 várias ações de imunização foram paralisadas, contribuindo para a baixa procura da população. “A gente já vem acompanhando uma diminuição dessas coberturas desde 2015, com a pandemia piorou muito. O que a gente precisa neste momento é resgatar na memória das pessoas, ou até para quem não sabe, os riscos dessas doenças”, reforçou a superintendente.

O Ministério da Saúde lançou a Campanha Nacional de Multivacinação de 2021, que segue até o dia 29 de outubro, para atualizar as cadernetas de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos. A Secretária de Saúde informou que foram aplicadas entre os dias 1º a 18 de outubro, 40.699 doses pelos municípios. “Temos vacinas eficazes, seguras e gratuitas”, afirmou Flúvia Amorim, ao reforçar a necessidade de vacinar a população para sustentar a condição de saúde coletiva.

COBERTURAS VACINAIS 

A imunização é a única maneira de garantir que doenças erradicadas não voltem. Dentre as vacinas disponíveis nos postos estão: BCG, Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (VacinaOralPoliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba), Tetraviral (Sarampo, rubéola,caxumba, varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

“As vacinas vão continuar à disposição para a população que procurar algum posto de vacinação. Essa campanha é voltada para atualização da carteira vacinal, são mais de 15 vacinas e nosso intuito é que o máximo de crianças e adolescentes sejam vacinados”, acrescentou a superintendente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here