Governo de Goiás lança programa de segurança alimentar

Ação será responsável por distribuição do Mix do Bem, alimento nutritivo com arroz, proteína de soja, cenoura, tomate, alho e cebola. Estratégia inclui legumes embalados a vácuo e frutas desidratadas para garantir que doações cheguem a todas regiões do Estado. Testes para processamento foram feitos com apoio técnico de nutricionistas, engenheiros de alimentos e professores da UFG

0
237
“Estamos garantindo o padrão nutricional, com a reposição de minerais, de nutrientes necessários para manter a pessoa alimentada durante o seu dia", declarou Caiado. Foto: Wesley Costa

Na última terça-feira, 26, o governador Ronaldo Caiado (DEM) em solenidade, lançou o “Programa NutreBem”, um Banco de Alimentos da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), em Goiânia. A iniciativa será responsável pela distribuição do Mix do Bem, um alimento nutritivo que contribuirá para ampliar a segurança alimentar das famílias em situação de vulnerabilidade social no Estado.

O produto inclui arroz, proteína de soja, cenoura, tomate, alho e cebola desidratados e não contém gorduras trans, gorduras saturadas ou lactose. O alimento é de preparo rápido e rende até 10 porções nutricionais.

Além dessa refeição, o NutreBem distribuirá legumes embalados a vácuo e frutas desidratadas para reforçar as doações feitas às famílias mais vulneráveis. Os itens possuem características que possibilitam a chegada às comunidades mais afastadas, já que frutas e verduras in natura são mais perecíveis, o que inviabiliza o transporte para longas distâncias. O governador fez, ainda, o compromisso de levar outras melhorias para o setor, com previsão de destinação de veículos para qualificar a logística de distribuição de alimentos.

Os testes para o processamento foram feitos com o apoio técnico de nutricionistas, engenheiros de alimentos e professores da Universidade Federal de Goiás (UFG).“Sempre tive um sonho de ver a universidade absolutamente integrada ao desenvolvimento do nosso estado”, pontuou o reitor da instituição, Edward Madureira. “Essa é a missão maior da universidade: formar pessoas e produzir conhecimento”, afirmou. Segundo ele, projetos como este somente são possíveis “com decisão política e determinação”.

A diretora-geral da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Melo Caiado, acredita que o conjunto de iniciativas vai contribuir “de forma efetiva” para diminuir a fome em Goiás por garantir que os alimentos cheguem a todos os quadrantes do Estado. “A OVG acredita que as pessoas são responsáveis pela construção do mundo à sua volta e que garantir a segurança alimentar e nutricional da população é combater causas estruturais da pobreza, auxiliando assim no desenvolvimento da sociedade”, ressaltou, ao mencionar que o Estado deve chegar em breve a 1 milhão de cestas básicas distribuídas.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça, a ação do estado para as famílias que mais precisam é reflexo da sensibilidade de Caiado e da primeira-dama Gracinha Caiado para com a área social. O deputado estadual Maycllyn Carreiro e vereador por Goiânia Sargento Novandir (Republicanos) estiveram presentes na solenidade.

Segundo relatou Novandir, o projeto 29possui vínculo de longa data com as Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa/GO) e acredita que, hoje, a medida lançada vai garantir mais eficiência para que o benefício chegue ao público adequado. “Durante muito tempo os alimentos foram entregues a pessoas que não tinham necessidade. Hoje quem realmente recebe são as que não tem alimento em sua mesa”, celebrou.

O presidente da União de Atacadistas e Produtores de Hortifrutigranjeiros do Estado de Goiás (Uniap), Orlando Tokio Kumagai, prestou uma homenagem ao governador Ronaldo Caiado. “Emblemático, ele está entre as pessoas mais respeitadas pela honestidade no Brasil”, enalteceu ao entregar uma cesta com alimentos, a qual, segundo ele, será simbolicamente multiplicada para atender a toda população goiana.

Banco de Alimentos
A OVG assumiu o Banco de Alimentos em julho de 2019, com trabalho que abrangia 100 famílias. Desde então, com o apoio do Governo de Goiás, realizou melhorias na estrutura e na forma de coleta e distribuição. Hoje, são mais de 1.000 famílias beneficiadas por mês, e um total de mais de 3 mil toneladas de frutas, verduras e legumes distribuídos, que beneficiaram cerca de 45 mil pessoas.

Além disso, como auxílio na luta contra a fome, o Banco de Alimentos já promoveu, em todo o Estado, ações de educação alimentar e nutricional em cerca de 724 entidades sociais que cuidam de crianças, grávidas, idosos e pessoas em tratamento de saúde, bem como também a 620 famílias em situação de vulnerabilidade social.

O Banco de Alimentos tem o apoio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). As frutas, verduras e legumes são doados por produtores e permissionários das Centrais de Abastecimento de Goiás (Ceasa/GO). A equipe do programa seleciona e higieniza os alimentos, monta cestas e distribui para famílias vulneráveis e entidades sociais da região Metropolitana de Goiânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here