Governo de Goiás inicia processo de implantação de energia solar e de redes Wi-Fi

Os dois projetos foram destaques na programação do encontro de coordenadores regionais e de assessores pedagógicos e financeiros da Seduc Goiás

0
221

Redação

A professora Rita de Cássia Ferreira, superintendente do Centro de Estudo, Pesquisa e Formação dos Profissionais de Educação da Seduc Goiás, abriu a programação do segundo dia do 3º Encontro de Coordenadores Regionais, Assessores Pedagógicos e Assessores Financeiros da Seduc Goiás. Rita fez um balanço dos cursos de formação já ofertados em 2021 e deu detalhes sobre as próximas capacitações. Uma delas terá como tema o Ensino Híbrido e a Inovação no Ensino-Aprendizagem. A superintendente destacou que o Centro de Formação trabalha para promover o aprimoramento e a valorização dos professores e demais servidores da Secretaria de Educação do Estado e, com esse foco, tem oferecido formações visando atender às necessidades e demandas de formação das redes estadual e municipal de educação. 

Bruno Marques Correia, superintendente de Tecnologia, detalhou o cronograma de entregas de equipamentos em 2021 e apresentou algumas novidades para o próximo ano. Entre as ações deste ano, ele citou a distribuição dos 69 mil chromebooks para os estudantes da 3ª série do Ensino Médio, a implantação do sistema de reconhecimento facial em 143 instituições de ensino da rede pública estadual e a entrega dos 800 laboratórios móveis durante o encontro com todos os gestores escolares nos dias 4 e 5 de novembro, em Goiânia.

A Superintendência de Tecnologia trabalha no projeto de instalação de redes Wi-Fi para atender todas as unidades escolares da rede estadual. O valor do investimento é de R$ 145 milhões. E em dezembro, segundo Bruno, a Seduc Goiás começa a receber os 10 mil computadores de mesa (desktops) que vão compor os laboratórios fixos. Para implantar o programa, o Governo de Goiás investirá R$ 4,7 milhões.

DIREITOS E VANTAGENS 

Tais Manvailer, gerente de Direitos e Vantagens da Superintendência de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, ressaltou que na próxima semana terá início uma formação voltada às coordenações regionais para esclarecer as principais dúvidas sobre aposentadoria, férias, licença médica e progressões verticais e horizontais, entre outros temas. 

Na área de Direitos e Vantagens, a secretária Fátima Gavioli destacou que o governo de Goiás quitou a folha do mês de outubro no último dia 28,já como acréscimo de R$ 500,00 referentes ao Auxílio Aprimoramento Continuado e do reajuste para professores e servidores. O aumento salarial concedido pelo governo de Goiás foi de 4,52% para educadores P1, P2, do quadro transitório e com contratos temporários e de 7,20% para P3, P4 e servidores administrativos, efetivos ou com contratos. 

Fátima Gavioli ressaltou também a iniciativa do governador Ronaldo Caiado de isentar aposentados e pensionistas, com vencimentos de até R$ 3 mil, da cobrança dos 14,25%. Aqueles que recebem acima desse valor, o índice continua a ser cobrado apenas sobre o excedente.

ENERGIA SOLAR 

O superintendente de Segurança Escolar e Colégio Militar, Mauro Ferreira Vilela, explicou os critérios que precisam ser observados para a implantação de um CEPMG nos municípios. Vilela também comentou sobre o trabalho de mobilização dos colégios da Polícia Militar para a realização da Prova Brasil, com destaque para a Busca Ativa. Rodolfo de Oliveira Afonso, superintendente de Infraestrutura, apresentou um balanço das obras em andamento na rede pública estadual. Segundo ele, de 943 projetos elaborados, 640 unidades escolares estão com obras em execução e 184 instituições de ensino estão recebendo mais de um tipo de ação. 

Rodolfo também esclareceu as dúvidas dos coordenadores regionais nas áreas de elaboração de projetos e licitação. Outro assunto abordado foi o programa de implantação de energia solar nas escolas, medida que busca reduzir o consumo de energia elétrica e garantir a autonomia energética das instituições de ensino.

A primeira etapa do programa contemplará 51 escolas Padrão Século XXI. O valor estimado do investimento é de R$ 215.833,65. O arquiteto Gustavo Veiga Jardim, da Superintendência de Infraestrutura, explicou que um estudo inicial já está sendo desenvolvido no Colégio Estadual Helena Nasser, em Formosa. 

A programação do encontro incluiu ainda as ações da Superintendência de Educação Infantil e Ensino Fundamental, Superintendência de Ensino Médio, Superintendência de Planejamento e Finanças, Superintendência de Desporto Educacional, Arte e Educação, Subsecretaria de Execução das Políticas Educacionais e Subsecretaria de Governança Educacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here