Força-tarefa leva alimentos para os afetados pelas chuvas

Cerca de 400 famílias foram afetadas pelas fortes chuvas que caíram no município de Cavalcante, provocaram alagamento e destruíram pontes, deixando muitos desabrigados e isolados

0
248
Serão distribuídos 600 cestas básicas e 600 cobertores da OVG às famílias afetadas pelas chuvas nas comunidades quilombolas do Vão das Almas, Vão do Moleque e do Rio Bonito, em Cavalcante, no Nordeste de Goiás. Foto: Divulgação

O Governo de Goiás, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Seds) e Corpo de Bombeiros, está levando alimentos para moradores das comunidades quilombolas do Vão das Almas, Vão do Moleque e do Rio Bonito, em Cavalcante, no Nordeste de Goiás.

Cerca de 400 famílias que vivem nessas localidades foram afetadas pelas fortes chuvas que caíram no município, provocaram alagamento e destruíram pontes, deixando muitos desabrigados e isolados.

A operação vai distribuir 600 cestas básicas e 600 cobertores da OVG às famílias afetadas pelas chuvas. Os donativos saem de Goiânia nesta terça-feira (28/12). “Temos uma base do Governo de Goiás em Teresina, de onde vão sair todas as cestas de alimentos e cobertores para as outras cidades”, explica o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça – que acompanhou o processo de embarque dos donativos nos caminhões. “Também estamos em contato com os prefeitos para providenciar um local para as famílias desabrigadas, vamos dar a assistência necessária para que elas possam superar este momento de dificuldade”, acrescenta.

Segundo o presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Pedro Leonardo, o caminhão com donativos terá de passar por Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, para chegar ao município de Teresina de Goiás. “A expectativa é que as cestas e cobertores cheguem a Teresina até, no máximo, amanhã (quarta, 29/12) de manhã, quando deve ser iniciado o deslocamento dos donativos para as comunidades afetadas pelas chuvas”, informa. Por conta da dificuldade de acesso, boa parte das doações será levada de barco até as famílias.

Combate à fome
As cestas básicas destinadas às famílias quilombolas fazem parte da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus. Lançada em março de 2020, a ação já alcançou a marca de mais de 1 milhão de kits de alimentos distribuídos. As doações beneficiaram famílias dos 246 municípios goianos, inclusive aquelas que vivem em assentamentos rurais e comunidades quilombolas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here