skip to Main Content

Equatorial alerta para cuidados com rede elétrica nas festas juninas

De olho nos arraiás, distribuidora chama atenção sobre riscos de pendurar enfeites em postes e acender fogueiras próximo da fiação


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 28/05/2024 - 19:00

Os postes e equipamentos da rede elétrica não devem ser utilizados como suporte para pendurar bandeirinhas, faixas e outros enfeites
O mês de junho se aproxima e traz com ele a alegria das festas juninas. Goianos por todo estado preparam as comemorações marcadas por muita diversão e folia com os arraiás. Eles dão um tom especial para as festas juninas com ruas e espaços públicos tomados por bandeirinhas, barracas, faixas, arcos e fitas. Os cuidados com a rede elétrica, no entanto, devem ser sempre lembrados, desde a decoração até a comemoração com fogos de artifícios. Para evitar acidentes, a Equatorial Goiás orienta sobre como se divertir com segurança.

Os postes e equipamentos da rede elétrica não devem ser utilizados como suporte para pendurar bandeirinhas, faixas e outros enfeites. O manuseio de objetos em contato com a rede elétrica pode causar curtos-circuitos, falhas no fornecimento de energia elétrica e choques que podem até levar à morte.

Importante também ter cuidado para não se aproximar ou tocar nos fios ao manobrar barras de metal, andaimes, canos, arames, trilhos, suportes de luminosos, escadas e outros objetos metálicos. Objetos arremessados que se aproximem ou entrem em contato com a rede elétrica podem causar choque elétrico e até levar à morte.

O executivo de Segurança da distribuidora, Alex Fernandes, explica que os enfeites deixam a festa mais alegre, mas podem oferecer riscos se colocados de maneira incorreta. “Nunca utilize a fiação elétrica como sustentação para esses objetos e nunca fixe nenhuma decoração acima da rede, pois podem cair sobre os fios e provocar curto-circuito. Outro ponto de atenção é jamais tentar retirar qualquer tipo de objeto que esteja em contato com a rede elétrica”, alerta.

Nas ligações internas de barracas ou até mesmo dentro de casa, Alex Fernandes orienta que deve ser evitado o uso de T, gambiarras e emendas, que podem superaquecer a fiação e causar curto-circuito.

Montagens e instalações elétricas
Barracas, arquibancadas, palanques e palcos devem ser montados a uma distância segura da rede elétrica, mínima de 1,5 metro (horizontal), conforme referência da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Também é recomendado que esse trabalho seja feito por um profissional habilitado, que pode executar a montagem com mais segurança, evitando toques acidentais em fios de energia, por exemplo. Vale reforçar ainda a necessidade de liberação das autoridades competentes para a realização desse tipo de evento.
Outro ponto importante é no momento de fazer as ligações elétricas de quaisquer tipos, sejam em barracas, palcos ou outras estruturas. Nesses casos, os responsáveis devem fazer um levantamento da carga necessária com antecedência e acionar a Equatorial Goiás, que fica responsável por instalar a ligação provisória no local. “Ligações clandestinas podem causar acidentes e sobrecargas na rede elétrica, aumentando o risco de choque e falta de energia, além de ser crime com pena prevista de um a oito anos de reclusão”, lembra Alex.

Balões
A Equatorial Goiás reforça que soltar balões é crime ambiental e pode causar acidentes sérios. Além disso, a prática quando realizada próximo da rede elétrica é ainda mais perigosa e aumenta os riscos de incêndios e acidentes.

Fogueiras e fogos de artifício
Atenção com as tradicionais fogueiras de São João, pois a proximidade do calor com os fios pode superaquecê-los, provocando um rompimento. Elas devem ser feitas em locais abertos e longe da rede elétrica. Da mesma forma, os fogos de artifício não devem ser manuseados na direção de postes e condutores de energia. Esses artefatos são mais seguros ao serem usados em locais amplos e a uma distância segura da rede da distribuidora. É importante lembrar que apenas adultos podem manuseá-los, mantendo sempre distância de outras pessoas, além de verificar a procedência dos fogos e se certificar se foram comprados em lojas especializadas e autorizadas.

Em caso de acidente
– O local deve ser isolado para que não haja aproximação de outras pessoas;
– A Equatorial Goiás deve ser acionada imediatamente por meio do número 0800 062 0196, além do Corpo de Bombeiros, no número 193, e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no número 192;
– Não se deve tocar em objetos ou pessoas que estejam em contato com a rede elétrica para evitar novos acidentes;
– Em casos de fios partidos ou caídos ao solo, jamais tocá-los; o local deve ser isolado e a distribuidora de energia deve ser acionada.