skip to Main Content

Governo de Goiás promove 362 oficiais da Polícia Militar

Decreto foi assinado pelo governador Ronaldo Caiado e será publicado no Diário Oficial do Estado. As promoções de oficiais obedecem a critérios como merecimento, antiguidade e ato de bravura

Por Redação Tribuna do Planalto - 19/07/2022

Polícia Militar: promoção eleva 15 policiais ao posto de coronel, o mais alto da corporação, e 51 ao posto de tenente-coronel. Foto: Wesley Costa

O Governo de Goiás realizou, nesta terça-feira, 19, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, a primeira reunião de trabalho com policiais militares após o anúncio de promoção de 362 oficiais. Na ocasião, o governador Ronaldo Caiado assinou o decreto que, entre outras mudanças, eleva 15 policiais ao posto de coronel, o mais alto da corporação, e 51 ao posto de tenente-coronel. O documento vai ser encaminhado para publicação no Diário Oficial ainda hoje.

Na Polícia Militar, as promoções de oficiais obedecem a critérios como merecimento, antiguidade e ato de bravura. “Vejo que estão à frente nas operações. São servidores que souberam dar exemplo, dignificar comandados”, afirmou Caiado sobre o perfil dos promovidos, que ocupam postos de liderança. “A segurança pública no nosso Estado passa pela ação de todos os líderes, comandantes de tropa, chefes de seções administrativas”, acrescentou o secretário de Segurança Pública, Renato Brum.

As promoções contemplam todas as vagas disponíveis na legislação para ascensão na carreira e terão efeito financeiro já a partir do mês de setembro deste ano. “Hoje temos a chamada promoção cheia. Afinal, é direito do policial militar ser promovido, desde que haja a vaga”, observou o comandante-geral da PMGO, coronel André Henrique Avelar.

Promoções futuras

Durante a reunião, o governador Ronaldo Caiado confirmou que haverá nova promoção para os policiais militares no segundo semestre, desta vez para os praças (soldados, cabos, sargentos e subtenentes). E adiantou que haverá mudança nos requisitos para a transição entre as duas carreiras: “Propomos e fizemos a alteração para que, por ato de bravura, um subtenente possa entrar no quadro de oficiais auxiliares”, explicou.

Também participaram do evento a coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado; o deputado estadual Coronel Adailton; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros de Goiás, coronel Washington; o secretário-chefe da Casa Militar, Coronel Alencar; o subcomandante-geral da PM, coronel Franco; e o chefe de Estado-Maior Estratégico, coronel Sanches; além de outras autoridades.

Back To Top