skip to Main Content

Propostas criam medalhas com nomes de Iris e Maguito

Aprovadas pela Comissão de Constituição e Justiça, matérias seguem para votação pelo plenário da Câmara Municipal

Por Redação Tribuna do Planalto - 21/06/2022

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Goiânia analisou na quarta-feira, 15, decretos legislativos que criam mais duas honrarias no âmbito da Casa: a Medalha Iris Rezende Machado e a Medalha Luiz Alberto Maguito Vilela. Dois dos maiores líderes do MDB do Estado de Goiás, Iris e Maguito ocuparam diversos cargos políticos, entre eles, o de governador. Iris morreu depois de deixar a Prefeitura de Goiânia, para a qual Maguito foi eleito, mas não chegou a assumir.

De iniciativa do vereador Anderson Sales – Bokão (PRTB), a Medalha Iris Rezende deverá ser conferida a 35 cidadãos que se destacarem em qualquer área de atuação em prol dos goianienses, indicados pelos 35 vereadores. A homenagem se dará anualmente em sessão solene, a ser realizada no dia 9 de novembro – data de falecimento do ex-prefeito e ex-governador.

Segundo o parlamentar, essa é uma maneira de eternizar Iris na história de Goiânia. “A biografia de Iris Rezende se confunde com a história da nossa capital e do nosso estado”, afirma o vereador.

Antes da aprovação, a comissão devolveu a matéria ao autor, para que especifique critérios de escolha dos 35 cidadãos que serão contemplados com a honraria.

Maguito Vilela

Já a Medalha Maguito Vilela é proposta pelo vereador Dr. Gian (MDB). A ideia é homenagear, todos os anos, gestores públicos que “tenham demonstrado alta eficiência no desempenho de seus trabalhos no município de Goiânia, a exemplo do brilhante político que dá nome à homenagem”, explica o parlamentar.

“O legado de Maguito Vilela é gigante e confirma ser protagonista de uma vida dedicada ao povo goiano, com paixão e dedicação em servir as pessoas por meio da administração pública”, diz Gian, justificando que o político merece ser lembrado por sua trajetória como vereador em Goiânia, deputado estadual e federal, governador de Goiás, senador e prefeito de Aparecida de Goiânia. Maguito morreu em 13 de janeiro de 2021.

A matéria segue agora para análise em Plenário.

Back To Top