skip to Main Content

Escolas municipais de Goiânia recebem laboratórios de realidade virtual

Entrega de notebooks e equipamentos tecnológicos busca modernizar ensino na rede municipal


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 17/05/2024 - 08:00

Em discurso, prefeito Rogério citou implantação da tecnologia 5g em Goiânia e o trabalho da gestão em dar acesso à internet e outras ferramentas digitais à população mais socialmente vulnerável. Foto: Jucimar de Sousa

Na manhã desta quinta-feira (16/5), a Escola Municipal Marcos Antônio Dias Batista, no setor Estrela Dalva, recebeu o lançamento dos laboratórios móveis de realidade virtual e a expansão da fase 2 do projeto Aluno Sempre Conectado (Ascon) para mais quatro escolas da capital. A iniciativa, apoiada por várias entidades, entregou notebooks, óculos de realidade virtual e outros equipamentos tecnológicos.

“Nossa grande vantagem é poder sair na frente, trazendo essa tecnologia para as escolas do município de Goiânia, e fazer com que as nossas crianças conheçam verdadeiramente a importância da tecnologia para a vida delas,” afirmou o prefeito Rogério Cruz. Ele destacou também que o programa é contínuo e que a expectativa é de que todas as escolas o recebam ainda este ano.

O evento contou com a presença de parceiros técnicos como o Instituto Crescer, além de empresas como Qualcomm Wireless Reach, Claro, Embratel, Beenoculus Realidade Virtual e Calriz. A secretária de Educação, Millene Baldy, ressaltou a importância das parcerias para a promoção de projetos como o Ascon, enfatizando o impacto positivo na vida dos estudantes.

Desde seu lançamento em maio do ano passado, o Ascon tem proporcionado acesso a equipamentos e conectividade móvel, além de formação e desafios para professores e alunos. O objetivo é modernizar as salas de aula, promovendo um ambiente de aprendizado conectado e inovador.

A aluna Maria Eduarda Bezerra dos Santos, do 8º ano, comemorou a chegada dos novos recursos: “É importante para a gente aprender algumas coisas que não tem como aprender em livros, em quadros; ou até mesmo ver imagens que a gente não vê em coisas que o professor passa, que o livro não tem.”

As escolas municipais Silene de Andrade, Ernestina Lima Marra e João Braz também serão beneficiadas com os laboratórios móveis e a expansão do projeto Ascon.