skip to Main Content

Se Izaura for candidata em Senador Canedo, Vanderlan não será em Goiânia, e vice-versa


Luís Gustavo Rocha Por Luís Gustavo Rocha em 31/01/2024 - 10:21

O senador Vanderlan Cardoso e sua mulher, Izaura

Nas palavras da primeira suplente do senador Wilder Morais, Izaura Cardoso (PSD), seria infantil negar que é convidativa a ideia de disputar a prefeitura de Senador Canedo, onde seu nome é lembrado nas pesquisas eleitorais. No entanto, um projeto dessa monta inviabilizaria a candidatura do marido, o senador Vanderlan Cardoso e presidente estadual do PSD, a prefeito da capital.

Uma fonte do entorno do parlamentar garante que as candidaturas simultâneas do casal não acontecerão em razão da necessidade de manter foco em um projeto e, adiante, em eventual vitória dos dois, Vanderlan, por exemplo, contaria com o suporte da primeira-dama para ajudá-lo na gestão de Goiânia, assim como o inverso seria um fato.

A mudança de partido de Izaura acontece em um momento no qual a candidatura de Wilder a prefeito, que chegou a ser especulada, não tem mais probabilidade de se concretizar (o partido fechou questão em torno do nome do deputado federal Gustavo Gayer), e crescem os sinais de que o próximo projeto eleitoral do senador será apenas em 2026, deixando mais distante a expectativa de que Izaura assuma uma parte do mandato.

Sobre Senador Canedo, a suplente acha precoce tratar de candidatura, concentrando-se no primeiro passo, que é a mudança de partido, que, de início, tem como propósito o fortalecimento da participação feminina no PSD.

Já sobre Goiânia, para uma pessoa próxima a Vanderlan, as chances de que o senador se lance candidato a prefeito são cada vez maiores.