skip to Main Content

Tribuna Política | Receita de Pedro Sales para ser deputado federal

Por Redação - 28/12/2021

Pedro Sales Presidente da Agehab e da Goinfra. Foto: Divulgação |

 

 

 

É visível a vontade do presidente da Goinfra e da Agehab, Pedro Sales, em ser candidato a deputado federal. Além da própria, é crescente também entre prefeitos e membros do governo o desejo de que ele realmente aceite disputar, com destaque para o estafe de articulação política, que é bem próximo da espécie de coringa do governo de Ronaldo Caiado (DEM) — Sales ocupou a Secretaria de Administração, posteriormente foi convocado para moralizar a Codego, até reformular a antiga Agetop para a Goinfra, que atualmente acumula com a agência de habitação. Os eixos habitação e asfaltamento de rodovias, ruas e avenidas o aproximou dos prefeitos e de outras lideranças políticas dos 246 municípios goianos. Meio caminho pavimentado para uma candidatura bem-sucedida. Além do contato com políticos, estar à frente da construção das moradias populares que serão em grande volume no próximo ano é prato cheio para ter contato com a população em geral. Outra ação que dará ao futuro filiado do União Basil oportunidade de ter ligação direta com a população mais carente é o aluguel social Pra ter Onde Morar, que atende a famílias de baixa renda e a estudantes universitários e foi idealizado por ele, assim que assumiu o comando da Agehab. 

Presente  

Antes da ceia de Natal, o governador Ronaldo Caiado (DEM)foi a Brasília, no Palácio da Alvorada, para acompanhar a assinatura, pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), da adesão de Goiás ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) para o refinanciamento de débitos com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN), do Ministério da Economia. 

Realizado  

Assinado em 2021, o RRF passa a valer para Goiás já a partir de 1° de janeiro de 2022. A entrada foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de forma unânime, com 11 votos favoráveis. A ação suspende o pagamento da dívida com a União por 18 meses, especifica os critérios para a delimitação do teto de gastos e define o índice oficial a ser aplicado para a correção dos valores. 

Fôlego  

Com a entrada no RRF, o pagamento da dívida pública será suspenso parcialmente em 2022, sendo destinado um valor de R$ 445 milhões. A partir de 2023, por um período de 30 anos, a dívida volta a ser quitada aos poucos, sendo cerca de R$ 738 milhões, em 2023, R$ 1.030 milhões, em 2024, e assim por diante, aumentando gradativamente até alcançar os R$ 2 bilhões somente a partir de 2027. 

No comecinho  

Suspensa por força de liminar concedida após ação movida pelo vereador Mauro Rubem (PT), a tramitação do projeto de revisão do Plano Diretor de Goiânia já tem data para ser retomada: 4 de janeiro. 

Calendário  

A Câmara Municipal de Goiânia convocou nova audiência pública, presencial e remota, para às 9hdo dia 4 de janeiro de 2022, no Plenário. A Comissão Mista, onde o projeto está em apreciação, vai definir novo cronograma de votação da matéria. Mauro Rubem quer, pelo menos, três meses de discussões com maior participação da sociedade (leia entrevista nas páginas 4 e 5). 

Nicho  

Na Assembleia Legislativa, já em nova sede, o deputado Francisco Oliveira (PSDB)tem para o próximo ano compromisso com o plano de carreira de peritos criminais e agentes penitenciários. Acertou em reunião com representantes no apagar das luzes da atual sede da Casa. 

CATA-TRECO > Mantido pela Prefeitura de Goiânia, por meio da Comurg, o programa Cata-treco deve chegar a quase 50mil unidades de bens domésticos inservíveis (BDI)recolhidos em2021. Em2020, esse dado foi de 19mil unidades. O sofá continua liderando, com média de 1.219 unidades recolhidas. Camas e cadeiras se mantêm na média de 550 unidades, na lista dos mais atendidos que tem ainda guarda-roupas, armários e televisores. 

Em Goiás  

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego)deliberou, em2021, nas audiências realizadas em formato híbrido, em razão dos protocolos de segurança sanitária contra a covid-19, quase 2mil matérias. Foram1.475 requerimentos, 225projetos parlamentares, 192da Governadoria e 14, de outros órgãos externos. O total foi de 1.970proposituras concluídas. 

Nacional  

Jána Câmara dos Deputados, que tem17nomesporGoiás, os colegiados votaram1.441projetos de lei, 64projetosde lei complementar e 7propostasde emenda à Constituição. Dentre os projetos de lei, 114 foram aprovados em caráter conclusivo nas comissões permanentes e seguiram para o Senado ou para sanção presidencial. 

Na alta  

No Senado, foram aprovados 181projetosde lei ordinária, 15 projetos de lei complementar, 13 propostas de emenda à Constituição, 38medidas provisórias, 82 indicações de autoridades, 32projetosde decreto legislativo e 40projetosde resolução. 

Confra  

No Palácio das Esmeraldas o secretário de Indústria e Comércio, Joel Sant’Anna Braga, reuniu mais de 100 empresários de todos os setores da economia do estado para conversa como governador Ronaldo Caiado (DEM). 

Figurões  

Participaram também representantes do setor produtivo e das entidades de classe, como a Adial, José Garrote; e Acieg, Rubens Fileti; e CEOs de multinacionais instaladas em Goiás. 

Rio Quente  

A Prefeitura de Rio Quente comemorou30dias sem registros de casos de Covid-19. A cidade turística reforçou a vacinação e, atualmente, a imunização alcançou 77% da população com a primeira dose, 72% coma segunda e 10%, coma terceira. 

Retomada  

A ação mais comum—e amais difícil—entre as prefeituras tem sido a busca pelos não vacinado ou por quem não completou o ciclo de imunização, com a segunda ou a terceira dose. Enquanto esses índices não subirem as administrações têm de continuar comas desgastantes regras sanitárias. Comerciantes também não veem a hora de poder retomar todas as atividades. 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top