skip to Main Content

cidades goianas aproveitam retomada do turismo

Para voltar a atrair milhares de visitantes, municípios receberam investimentos do Governo de Goiás que foram aplicados em qualificação de mão de obra, financiamento empresarial e atrações turísticas

Por Redação Tribuna do Planalto - 25/07/2022

Foto: Dhayane Marques
A alta ocupação da rede hoteleira em cidades turísticas, como Aruanã e Caldas Novas, e a expectativa de prefeituras para a movimentação durante esse mês de julho mostram que Goiás acompanha a retomada nacional do turismo. Com investimentos do Governo de Goiás e parceria do Sebrae, prefeituras e setor privado foram preparados para oferecer infraestrutura, atrações e serviços de qualidade para os turistas.
A cidade de Aruanã, um dos destinos mais procurados na Temporada do Rio Araguaia, já não tem mais vagas na rede hoteleira. A prefeitura espera que 600 mil turistas passem pelo município até o fim do mês. Já em Pirenópolis, mais um importante destino turístico do Estado, a ocupação nessas férias chega a 70% durante a semana e 100% nos fins de semana. Outra cidade muito procurada pelos turistas, Caldas Novas está com ocupação de 90% dos leitos, em média, e a expectativa da prefeitura é de receber, no total, 300 mil pessoas em julho.
Para essa retomada do turismo no Estado, a Goiás Turismo investiu, em parceria com o Sebrae, mais de R$ 450 mil na qualificação de trabalhadores do setor, nas 10 regiões turísticas do Estado. Para aumentar a oferta de atrativos aos turistas, foram investidos R$ 3,5 milhões, através de edital de chamamento público, lançado em 2021, recurso que está sendo utilizado na realização de eventos, desde maio desse ano, em 15 municípios.
Hotéis, restaurantes e toda a rede privada voltada ao turismo, que foi bastante impactada pelas restrições das atividades econômicas durante a pandemia de Covid-19, chega nessa temporada de julho fortalecida com recursos distribuídos em linhas de crédito. De janeiro de 2021 a junho de 2022, a Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento) emprestou mais de R$ 29 milhões para 430 empreendedores.
A Goiás Turismo aumentou a oferta de crédito, por meio do Ministério do Turismo, levantando mais R$ 84 milhões para financiamento do setor turístico. Os recursos, que têm como objetivo ampliar investimentos e assegurar a manutenção de empregos e de empresas turísticas, vêm do Fundo Geral do Turismo (Fungetur).
Turismo nacional
Os dados mostram que Goiás está dentro da tendência nacional de crescimento no setor do turismo neste mês de julho. Nos últimos dois anos, o turismo nesta época de férias escolares foi prejudicado. Agora, após recessão, os números finalmente voltaram a crescer. Um exemplo são as companhias áreas que anunciaram ampliação na oferta de voos. A Latam terá 3 mil voos extras para este mês. Ao todo, a empresa espera transportar 3 milhões de passageiros. Já a Gol deve ampliar em 80% a oferta de voos.
O presidente da Goiás Turismo e também presidente do Fórum Nacional dos Dirigentes e Secretários Estaduais de Turismo (Fornatur), Fabrício Amaral, acredita que um dos principais fatores para o crescimento no setor, de uma forma geral, é a vacina. “Com o avanço da vacinação e com a diminuição no número de óbitos por Covid 19, a população se sente mais confiante para voltar a viajar”, comenta Amaral.
Apesar dos bons números exibidos neste mês de julho, o turismo em Goiás já vem retomando o crescimento há algum tempo. O Estado foi o décimo mais visitado em 2021, segundo pesquisa do IBGE divulgada no início deste mês de julho. Outra pesquisa do instituto também revelou que no mês de abril de 2022 as atividades turísticas, em Goiás, aumentaram 8,3% na comparação com março deste ano, alcançando a maior alta do país, entre os Estados.
Back To Top