skip to Main Content

Governo lança projetos de renda, estudo e qualificação para jovens

Por Redação - 30/12/2021

5 mil novas vagas abertas em 2021 para incentivar estudantes com bolsas parciais ou integrais nos cursos de graduação. Foto: Divulgação

O Governo de Goiás lançou, em 2021, dois projetos de peso que incentivam os estudos e a qualificação profissional de milhares de jovens de todos os municípios do Estado. Um deles é o Programa Universitário do Bem (ProBem), gerenciado pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). O outro, sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), é o Aprendiz do Futuro.

“Hoje o Governo de Goiás tem dois programas absolutamente técnicos, desenhados para que as oportunidades realmente cheguem a quem mais precisa, de forma justa e transparente”, ressalta o governador Ronaldo Caiado. “Renegociamos uma dívida de R$ 76 milhões deixada pela gestão anterior, da então Bolsa Universitária, e, nas duas iniciativas, qualificamos as regras para que os jovens tenham todas as condições de concluírem seus estudos”, complementa.

A coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e presidente de honra da OVG, primeira-dama Gracinha Caiado destaca que os investimentos fazem parte de um grande projeto de reconstrução social. “Tanto o ProBem quanto o Aprendiz do Futuro são programas que promovem uma verdadeira mudança social, pois têm impactos reais na vida desses jovens e de suas famílias. Por meio da educação, podemos construir uma inclusão social sustentável”, explica.

Mais vagas

O ProBem abriu 5 mil novas vagas neste ano, número que se soma aos 5 mil estudantes que já integravam o programa. Os 10 mil contemplados são beneficiados com bolsas parciais ou integrais em cursos de graduação. Os investimentos, direcionados para os universitários em situação de vulnerabilidade socioeconômica, somam R$ 55,1 milhões ao longo de 2021.

Com 5 mil novas vagas, o programa Aprendiz do Futuro atende adolescentes de 14 e 15 anos, que são contratados para aprendizagem profissional em órgãos estaduais em todos os 246 municípios goianos.

Sobre o ProBem, a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, lembra que agora todo o processo é realizado com base no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal. “É o primeiro passo para concorrer a uma vaga no programa. Assim garantimos que o benefício realmente chegue a quem mais precisa. Com respeito às universidades parceiras do ProBem e atenção aos beneficiários, estamos construindo um futuro melhor para esses jovens e para todo o Estado de Goiás”, diz.

Diante da pandemia da Covid-19, a evasão escolar se tornou uma preocupação ainda maior para gestores públicos e educadores. Para o secretário de Desenvolvimento Social de Goiás, Wellington Matos, o Aprendiz do Futuro contribui para evitar que estudantes em vulnerabilidade deixem os estudos.

“Além de ter esse primeiro contato com o mundo do trabalho, os jovens que participam do programa podem levar uma renda extra para a família e ainda têm o desempenho escolar acompanhado. O nosso grande objetivo é contribuir para a educação dos nossos jovens e cuidar para que não deixem a escola”, conclui o secretário.

Além do Aprendiz do Futuro, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), começou a distribuição dos cartões do Bolsa Estudo, programa que concede R$ 100 por mês letivo para cada um dos 218 mil estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual, com o objetivo de reduzir as taxas de evasão escolar.

Probem

O Programa Universitário do Bem (ProBem) representa a oportunidade de acesso a milhares de jovens, em situação de vulnerabilidade social, a bolsas de estudos integrais e parciais para a primeira graduação em instituições de ensino superior privadas ou públicas não gratuitas localizadas no Estado de Goiás.

As bolsas parciais correspondem a 50% do valor da mensalidade, limitados a R$ 650. Já as integrais correspondem a 100% do valor da mensalidade, limitados a R$ 1.500.  As bolsas concedidas aos estudantes que cursam Medicina ou Odontologia têm seus limites maiores, R$ 2.900 para parciais e R$ 5.800 para integrais, pois os valores das mensalidades são superiores aos dos outros cursos.

O ProBem promove a integração ao mundo do trabalho por meio do Banco de Oportunidades, que são cursos e estágios ligados à área de formação do bolsista e participação em projetos sociais. Além disso, o programa oferece acompanhamento integral à família do bolsista, a partir de articulação com a rede socioassistencial.

Aprendiz do Futuro

O programa seleciona jovens em vulnerabilidade socioeconômica, estudantes da rede pública ou bolsista de rede particular, e com renda familiar de até dois salários mínimos, e oferece cursos de qualificação técnica e acompanhamento do desempenho escolar.

Os beneficiários recebem, além do pagamento do programa, no valor de R$ 516,66, vale-alimentação, vale-transporte, seguro de vida, uniforme, crachá e um tablet, para a realização de atividades on-line.

Entre os objetivos do Aprendiz do Futuro estão a promoção da inclusão social, aumento na renda familiar, melhoria na qualidade de vida e garantia da permanência do jovem na escola. O programa também tem foco em tecnologia, alta performance e impacto social na vida dos participantes e suas famílias.

A iniciativa visa, ainda, contribuir para a formação e qualificação técnico-profissional destas pessoas. Por isso, os cursos oferecidos estão entre as principais demandas do mercado e as disciplinas escolares básicas, como português e matemática, são reforçadas.

Para incentivar os jovens do Aprendiz do Futuro, os 10 com melhor desempenho durante o período de contratação irão ganhar uma viagem de intercâmbio para Europa.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top