skip to Main Content

Alimentos que ajudam no processo de parar de fumar

Por Redação Tribuna do Planalto - 18/06/2022

Daniella de Brito, professora de nutrição da Estácio. Foto: Arquivo Pessoal

Em 31 de maio é comemorado o Dia Mundial Sem Tabaco. Trata-se de uma data em que o principal objetivo é conscientizar as pessoas dos malefícios do cigarro. A ciência aponta que além das inúmeras toxinas que a pessoa inala ao fumar, o ato de aspirar essa fumaça tóxica pode causar doenças de pele e até mesmo câncer. Porém quando se decide parar de fumar é possível minimizar e até desintoxicar o organismo através da alimentação.

No Brasil ainda é alto o número de fumantes, mesmo existindo programas gratuitos do governo de combate ao tabagismo, mas com o controle alimentar e sem fórmulas mágicas é grande a possibilidade de auxiliar no tratamento do vício. Alguns alimentos possuem auxílio no controle da ansiedade, do estresse, da sensação de bem estar, da vontade de fumar e da eliminação de toxinas.

Por atuar diretamente no sistema nervoso central, o cigarro causa uma diminuição do apetite e afeta a atividade da serotonina e dopamina, neurotransmissores responsáveis pelo controle da fome. Se focamos a alimentação em produtos naturais, frutas, verduras, cereais integrais, castanhas, evitando ao máximo, produtos processados, ultraprocessados, ocorre a maior eliminação de toxinas, aumento de absorção de nutrientes e compostos benéficos, que auxiliarão inclusive no estresse e ansiedade, dois grandes responsáveis pela vontade de fumar.

É comum ouvirmos falar que quem fuma, toma muito café e normalmente consome bebidas alcoólicas. Por esse motivo, quem parou ou quer parar de fumar precisa evitar esses hábitos. Ao contrário disso, manter uma alimentação natural só trará benefícios para sua saúde, tanto para ajudar no processo de combate ao vício, quanto para eliminar toxinas do corpo.

Alimentos que possuem triptofano, como banana, abacate, aveia, leite, iogurte, cacau 100%, auxiliam na sensação de prazer e bem-estar, além de ajudar a ter um sono mais tranquilo. Além de incluir na alimentação figo e batata (doce, salsa, yakon, inglesa) por exemplo, auxilia na expulsão do dióxido de carbono do organismo.

É fundamental incluir folhagens, como a alface em boa quantidade, o que pode auxiliar no controle da ansiedade, por conter propriedade calmante, principalmente no talo. Chás como de camomila, mulungu, melissa, também possuem propriedades calmantes, o que ajuda nos momentos de ansiedade. E não se esqueça, beba muita água! Ela é a grande responsável por auxiliar o organismo a limpar e desintoxicar o corpo.

Back To Top