skip to Main Content

Cotado para 2026, Zema sinaliza composição com Caiado

Tanto Zema, como o governador de Goiás são cotados para representar a direita em 2026


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 10/06/2024 - 07:29

O governador Romeu Zema, em Goiânia, ao lado de Sandro Mabel (Foto: Divulgação)

Ao vir para Goiânia, prestigiar eventos do Partido Novo, como o lançamento da pré-candidatura a Prefeitura de Goiânia, Leonardo Rizzo nas eleições em 2024, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, um dos cotados para a sucessão presidencial em 2026, destacou que outros governadores de direita não descartam formar uma coalizão para enfrentar o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Fico muito satisfeito porque nós, governadores de centro-direita, Caiado [Goiás], Tarcísio [São Paulo], Ratinho [Paraná], Riedel [Mato Grosso do Sul], Mauro Mendes [Mato Grosso] e eu temos conversado no sentido de que esse grupo venha a apoiar um nome. Se nós unirmos forças, apoiarmos um nome, é bem provável que a centro-direita tenha um nome plenamente viável para 2026”, destacou em entrevista coletiva. O objetivo é fazer uma “frente à esquerda”.

Neste sentido, tanto Zema como Caiado aparecem como cotados. Fora de Goiás, o governador Ronaldo Caiado (União Brasil), acabou não participando das agendas, mas chegou a enviar representantes. Em um dos encontros, quem fez as vezes da base caiadista foi justamente o pré-candidato de sua base, o empresário Sandro Mabel, União Brasil que enfrentará Leonardo Rizzo nas eleições.