skip to Main Content

Goiânia será a capital mais rápida para se abrir uma empresa

Por Redação - 05/02/2022

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Goiânia, em parceria com o Sebrae Goiás e o Governo do Estado, quer viabilizar o menor prazo do país para a abertura de empresas. Segundo a proposta apresentada nesta quarta-feira, 2, com o lançamento do Caderno de Desburocratização, todas as etapas para a formalização de uma empresa na capital poderão ser concluídas em apenas quatro dias.

O secretário municipal de Desenvolvimento e Economia Criativa, Michel Magul, que representou o prefeito Rogério Cruz no evento, explica que, com a implementação das novas medidas, será possível reduzir a quantidade de procedimentos necessários atualmente para a abertura de empresas. “Hoje o empreendedor precisa cumprir 16 processos diferentes para conseguir de fato abrir sua empresa. Nós vamos simplificar esse caminho e diminuir para 6 o número de procedimentos exigidos”, explicou.

“Por meio dos estudos promovidos para a criação do Caderno de Desburocratização, foi possível analisar fluxos, requisitos e entraves na abertura de empresas e agora vamos trabalhar para colocar em prática novas medidas”, contou o secretário. “A gestão Rogério Cruz quer dar mais rapidez e agilidade para quem escolhe empreender em Goiânia”, afirmou Michel Magul.

Expectativa

A expectativa da Secretaria do Desenvolvimento e Economia Criativa é de que até o mês de outubro o novo prazo já seja uma realidade. Para o Diretor Superintendente do Sebrae, Antonio Carlos de Lima Neto, o momento não poderia ser mais oportuno, uma vez que vivemos no país um período de retomada na economia. “É uma aceleração que ajuda muito o empreendedor no início do estabelecimento do seu negócio. Também favorece os pequenos e micro empreendedores”, disse.

Segundo o representante do Sebrae Nacional, Elias Guimarães Filho, a integração entre a Prefeitura de Goiânia, o Sebrae e o Governo de Goiás para promover a desburocratização é fundamental. “Essa iniciativa servirá de exemplo para nós do Sebrae. Goiás saiu na frente e o Sebrae deve construir políticas com parcerias como esta realizada aqui em âmbito nacional. Esse é o futuro: diminuir as dificuldades para se empreender cada vez mais”, afirmou.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top