skip to Main Content

“Triste disputa de cargos e de poder pelo poder”, diz diretoria do PSD sobre rompimento do MDB com Rogério Cruz

Por Redação - 06/04/2021

Nesta segunda-feira, 5, por meio de nota, o Partido Social Democrático (PSD) lamentou a crise político-administrativa decorrente da demissão coletiva de 14 cargos de primeiro escalão na Prefeitura de Goiânia.

Confira a nota oficial do PSD:

NOTA OFICIAL PSD

O Partido Social Democrático (PSD) – Goiás vem a público lamentar o momento vivido pela cidade de Goiânia, que enfrenta crise político-administrativa com a demissão coletiva de 14 secretários ligados ao MDB, ocorrida nesta segunda-feira, 5 de abril.

O PSD, seus filiados e seu quadro de parlamentares nas esferas municipal, estadual e federal, externa sua preocupação com a cidade de Goiânia e seu futuro. Há muito o que fazer na administração da capital goiana e o tempo dos gestores deveria estar sendo usado para esse fim, mas, infelizmente, o que se assiste é uma triste disputa de cargos e de poder pelo poder.

É preciso garantir o funcionamento da gestão das mais de 154 unidades de saúde, 381 unidades educacionais, da limpeza e manutenção das ruas, praças e prédios, da segurança, mas, principalmente, da geração de emprego e renda para os goianienses, para vencer esta crise econômica, a continuidade das obras paralisadas, sobretudo o BRT e asfaltamento e recapeamento da malha asfáltica nos bairros. Mais que isso! É preciso garantir a vacinação contra Covid-19 de todos os goianienses.

Vale lembrar que durante a campanha eleitoral de 2020, em que o então candidato senador Vanderlan Cardoso disputou a cadeira da Prefeitura de Goiânia com Maguito Vilela, o partido tentou alertar para uma suposta fraude no processo eleitoral. O candidato oficial se achava inconsciente, vítima de coronavírus e o candidato a vice, hoje prefeito Rogério Cruz, foi retirado de cena para não debater a cidade. Infelizmente, naquela ocasião, o partido foi mal interpretado quando tentou alertar a população sobre o que está acontecendo agora.

Novamente Goiânia fica em segundo plano para dar lugar à disputa de cargos entre partidos que deveriam estar cuidando dos problemas da cidade. O PSD não se furtará em ajudar a cidade contribuindo com ideias, sugestões e apontando soluções, mas também não vai abrir mão de fiscalizar a gestão e suas ações administrativas em prol dos goianienses.

Goiânia merece mais!

VILMAR ROCHA

PRESIDENTE ESTADUAL DO PSD EM GOIÁS

SIMEYSON SILVEIRA

PRESIDENTE DO PSD METROPOLITANO DE GOIÂNIA

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top