skip to Main Content

Vanderlan, sobre a disputa em Goiânia: “A minha posição é confortável”


Luís Gustavo Rocha Por Luís Gustavo Rocha em 16/01/2024 - 17:02

Ainda com três anos de mandato de senador e ocupando a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos, Vanderlan Cardoso (PSD) não está com pressa para definir se concorre ou não ao Paço Municipal. “A minha posição é confortável.”

E é sem mostrar desconforto que Vanderlan avalia as movimentações de Bruno Peixoto para ser o candidato da base. “Bruno é meu amigo. Foi um dos coordenadores da minha campanha em 2020. Conseguiu se tornar presidente da Assembleia e é um direito dele.”

Dizendo-se igualmente amigo de Janio Darrot, o ex-prefeito de Senador Canedo pontua: “Eu não tenho que escolher adversário. Já disputei contra os maiores líderes do Estado.”

Ele vê com naturalidade que o momento atual sirva para os líderes partidários conversarem, lógica em que também inclui seu encontro com Adriana Accorsi (PT). “Eu não dialogo às escondidas.”

Seja como for, Vanderlan também deixa claro que um componente obrigatório na decisão que vier a tomar até março deste ano é o 2026.