skip to Main Content

1.230 profissionais de educação são convocados

Por Redação Tribuna do Planalto - 22/04/2022

Da redação

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), publicou, nesta quarta-feira, 20, novo edital de chamamento do Processo Seletivo Simplificado para substituição de servidores efetivos da pasta, afastados legalmente em virtude de atestados médicos ou outros motivos respaldados por lei.

Foram convocados mais 1.230 profissionais de educação aprovados no último processo seletivo. Eles reforçarão o quadro de servidores nas unidades de ensino de Goiânia. “Entrada de novos servidores reduzirá sobrecarga do funcionalismo, e aprimorará serviços prestados à comunidade escolar”, afirma o prefeito Rogério Cruz.

Entre os profissionais convocados, estão auxiliares de atividades educativas, agentes de apoio educacional, pedagogos e professores de artes visuais, história, geografia, ciências, português, inglês, matemática, educação física, e intérprete de libras.

Os candidatos convocados devem comparecer às Coordenadorias Regionais de Educação, entre os dias 25 e 27 de abril, para apresentar a documentação necessária e confirmar as informações fornecidas durante o processo de inscrição. A lista completa dos documentos e das certidões que devem ser apresentadas pelos candidatos está disponível na página “Concursos e Seleções”, no site da Prefeitura de Goiânia: www.goiania.go.gov.br.

As vagas disponibilizadas pela SME objetivam substituir, de forma temporária, servidores afastados por licenças médicas, licenças‐maternidade, licenças por motivo de doença em família, licenças‐prêmio por assiduidade, licença para acompanhamento de cônjuge ou companheiro, licença para o serviço militar, licença para atividade política, licença para tratar de interesse particular, licença para desempenho de mandato classista, bem como outros afastamentos legais.

O processo seletivo tem prazo de validade de um ano, contado a partir da data de publicação da homologação no Diário Oficial do Município, e poderá ser prorrogado por mais um ano, conforme necessidade. Educação é um serviço oferecido pela Administração Pública em caráter contínuo, e o contrato temporário visa garantir o funcionamento normal das atividades nas instituições de ensino.

Novo edital

Além do chamamento de novos profissionais, a Prefeitura de Goiânia trabalha na elaboração de novo processo seletivo para casos de déficits. Medida visa garantir a lotação de profissionais nas instituições de ensino até a conclusão do concurso público, que está com inscrições abertas.

No concurso público com inscrições abertas, o município oferece 494 vagas para a Educação. Desse número, 194 vagas são para professores de diferentes disciplinas; 200 para auxiliar de atividades educativas; e 100 para agentes de apoio educacional.

Back To Top