skip to Main Content

Presidente do Solidariedade preso após quatro dias foragido por desvio milionário

Eurípedes Júnior apresentou-se à PF por volta das 11h45


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 15/06/2024 - 14:26

Eurípedes Júnior, presidente do Solidariedade, partido que o Pros foi incorporado (Foto: Divulgação - Pros)

O presidente do Solidariedade, Eurípedes Júnior, entregou-se à Polícia Federal (PF) nesta manhã, encerrando quatro dias de fuga após a deflagração da Operação Fundo do Poço. A operação investiga desvios de R$ 36 milhões do fundo partidário e eleitoral do Pros, sigla incorporada ao Solidariedade em 2022.

Eurípedes Júnior apresentou-se à PF por volta das 11h45 e permanecerá sob custódia até sua transferência ao sistema prisional, segundo informações da Globo News.

A Operação Fundo do Poço cumpriu sete mandados de prisão preventiva, 45 de busca e apreensão em dois estados, além de bloquear R$ 36 milhões, sequestrar 33 imóveis e determinar a indisponibilidade de bens dos investigados.

As investigações apontam que Eurípedes Júnior utilizou recursos do fundo partidário para fins pessoais, incluindo a compra de um helicóptero, contratação de piloto particular e viagens internacionais para destinos como Dubai, França e Punta Cana. A PF identificou 36 viagens internacionais realizadas pelo político entre 2016 e 2023.