skip to Main Content

Semad flagra segundo desmatamento em 24 horas na Cidade de Goiás

Fiscais constataram a supressão ilegal de 7,2 hectares de vegetação, embargaram a área, apreenderam equipamentos agrícolas e aplicaram multa de R$ 8 mil


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 08/12/2023 - 16:28

O ato ilícito foi descoberto pelos servidores da gerência de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto da Semad, com auxílio de imagens de satélites disponibilizadas em tempo real. Foto: Semad

A fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) realizou, nesta sexta-feira (08), o segundo flagrante de desmatamento em 24 horas: dessa vez, no distrito de Buenolândia, que fica na cidade de Goiás. Fiscais constataram a supressão ilegal de 7,2 hectares de vegetação, embargaram a área, apreenderam equipamentos agrícolas e aplicaram multa de R$ 8 mil. O valor do auto de infração é arbitrado pelo decreto federal 6514/2008.

O ato ilícito foi descoberto pelos servidores da gerência de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto da Semad, com auxílio de imagens de satélites disponibilizadas em tempo real.

Servidores da Gerência de pós-licença e pós-outorga, que retornavam de ação em outra localidade, foram imediatamente acionados e cumpriram com a diligência de fiscalização.

Esse foi o segundo flagrante em 24 horas. Na quinta-feira, a secretaria fez cessar um episódio de desmatamento que acontecia em uma propriedade rural em Mara Rosa. Houve a supressão ilegal de 190,5 hectares, dos quais 3,6 em Área de Preservação Permanente (APP) e 186,9 em área fora da APP e da reserva legal.

Em conformidade com o decreto federal 6514/2008, o valor da multa aplicada para a supressão ilegal em APP foi de R$ 24 mil e, para a irregularidade observada em área fora de APP e reserva legal, de R$ 187 mil.

No dia 30 de novembro, a secretaria flagrou o desmatamento de 78,7 hectares em uma fazenda em Crixás, na região Noroeste de Goiás. O caso foi descoberto pela equipe de licenciamento ambiental, que, em ato contínuo, acionou os fiscais para proceder com o flagrante. Foram aplicados R$ 224,7 mil em multas.

Queda no desmatamento

O Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) e o Ministério do Meio Ambiente divulgaram, no dia 28 de novembro, dados do projeto Prodes Cerrado que mostraram em Goiás foi o Estado do Cerrado brasileiro que mais reduziu o desmatamento em 2023, com 18%. Na contramão, a Bahia foi a unidade da Federação em que o retrocesso foi maior, com 38% de aumento na área desmatada.

Fonte: Semad