skip to Main Content

Aproximando as crianças da história

Por Redação - 18/12/2019

Foto: Divulgação

Conhecer um pouco da história de Anápolis e seus elementos. Com essa pegada, surgiu o City Tour na Educação Infantil, projeto da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdea), que apenas este ano levou mais de 1000 crianças de 67 CMEIs a vários pontos de interesse turístico da cidade, como a antiga Estação Ferroviária, a Ala 2 (Base Aérea), o Museu Histórico e o Planetário.

Conforme Joyce Aurora de Paula Silva, o projeto, realizado em parceria com a Secretaria de Educação, tem aguçado a curiosidade da garotada. “As crianças têm a capacidade de assimilar conteúdos de forma rápida e quando oferecemos experiências práticas, sabemos que o aprendizado apresenta resultados ainda melhores”, diz a diretora de turismo da Semdea.

O City Tour na Educação Infantil acontece sempre às quartas-feiras. O primeiro passo é o agendamento entre a direção do CMEI e a Diretoria de Turismo. Na ocasião se define dia, horário e locais de visitação, dentro de dois roteiros pré-fixados. As crianças são buscadas e depois deixadas na unidade pelo micro-ônibus do projeto. Há sempre um representante da escola e um servidor do Turismo acompanhando o passeio.

Mais
Entretanto, as ações do City Tour não se limitam aos CMEIs. Ainda no universo da educação, são atendidas escolas das redes municipal, estadual e particular. “Nós visamos a expansão e o conhecimento prático complementando as aulas teóricas da sala de aula. Por isso a importância do projeto como instrumento pedagógico. O aluno enriquece e fortalece seus conhecimentos, além de se envolver nas atividades turísticas”, completa Joyce de Paula.

Igrejas em geral, o Centro de Convivência de Idosos (CCI) e a Apae, são outras instituições que participam do City Tour. Somadas todas as atividades afetas ao projeto, foram realizados 147 passeios ao longo deste ano, com o envolvimento direto de mais de 3.200 pessoas. “Isso mostra o tamanho do City Tour e a sua importância. E nosso objetivo é torná-lo ainda maior a partir de 2020”, comenta o secretário interino de Desenvolvimento Econômico, Jakson Charles, adiantando uma possível parceria com a pasta de Desenvolvimento Social, para alcançar entidades assistenciais.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top