skip to Main Content

CCJ aprova nome de “Marília Mendonça” ao Mercado Popular da rua 74

O espaço deverá ser chamado de "Centro Cultural Mercado Popular da 74 Marília Mendonça"

Por Redação Tribuna do Planalto - 04/08/2022

Matéria que dá o nome da cantora e compositora Marília Mendonça ao Mercado Popular da Rua 74, de iniciativa do vereador Geverson Abel (Avante), teve aprovação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) nesta quarta-feira, 03. Com a proposta, o mercado deverá ser chamado de “Centro Cultural Mercado Popular da 74 Marília Mendonça”, pois o lugar tornou-se referência na capital, pelo projeto Sons do Mercado.

“A cantora Marília Mendonça é um ícone da música sertaneja e será lembrada por gerações pelo legado que deixou” afirma Abel, acrescentando que ela “levou o nome do nosso estado para todos os cantos do Brasil e do mundo por seu imenso talento e carisma”.

Sobre a cantora

Nascida em Cristianópolis, interior de Goiás, aos 12 anos, começou a se destacar como compositora de músicas sertanejas. Compôs para diversas duplas até assumir a carreira de cantora, revolucionando o universo da música sertaneja ao cantar sobre o amor e os relacionamentos do ponto de vista feminino. Marília Mendonça se consagrou após o lançamento do single “Infiel” em 2016 e ficou conhecida como a “Rainha da Sofrência” e se tornou um dos grandes nomes da nova geração de música sertaneja universitária no país.

A cantora já atingiu 3 bilhões de visualizações no Youtube e conquistou a 13ª posição no ranking mundial dos artistas mais ouvidos Billboard. Nesse ano, foi lançado um EP “Decretos Reais” em comemoração ao o aniversário da artista. Seus singles de maior sucesso são “Infiel”, “Eu sei de cor”, “Amante não tem Lar” e “De Quem é a Culpa?”

A cantora ficou conhecida, por ser umas das percussoras do movimento “feminejo”, conhecido pelas mulheres que cantam o gênero musical e abriu caminho para que mais mulheres se tornassem protagonistas dentro do segmento. Marília Mendonça morreu no dia 5 de novembro de 2021, vítima de acidente aéreo, ocorrido no interior de Minas Gerais.

 

Back To Top