skip to Main Content

Detran afasta 16 servidores acusados de fraudar sistema de ponto eletrônico

Fraudes ocorreram em 2023 e neste ano e foram identificadas por apuração interna da autarquia; casos serão enviados à Polícia Civil


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 05/02/2024 - 11:42

Entre os crimes praticados por estes funcionários estão falsidade ideológica e formação de quadrilha

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) afastou 16 servidores efetivos e comissionados acusados de fraudar o sistema de ponto eletrônico da autarquia. A punição foi anunciada hoje de manhã pelo presidente do Detran, delegado Waldir Soares, que informou ainda que o caso será encaminhado para a Polícia Civil. “Pode haver mais servidores envolvidos nesse esquema, pois era uma prática constante aqui”, adiantou o delegado.

Apurações do Serviço de Inteligência do órgão detectaram que servidores efetivos e comissionados estariam batendo ponto para colegas que não estavam trabalhando efetivamente. “Havia servidores que batiam o ponto e iam embora e outros que registravam a frequência do colega. Em ambas as situações, essas pessoas recebiam sem trabalhar”, denunciou o presidente do órgão.

Foram registrados nove casos em 2023 envolvendo a Diretoria de Atendimento, a Gerência de Habilitação e Ciretrans. Neste ano já foram sete funcionários flagrados no mesmo esquema. Os casos serão comunicados à Polícia Civil.

Os servidores comissionados podem ser demitidos se confirmadas as irregularidades, enquanto os efetivos poderão passar por sindicância e responder processos administrativos. Entre os crimes praticados por estes funcionários estão falsidade ideológica e formação de quadrilha.

“Isso demonstra que somos totalmente intolerantes a servidores que não trabalham e querem receber. O Detran-GO pediu à Secretaria de Administração e ao serviço de Tecnologia de Informação do órgão para que o sistema de ponto fosse reformulado, incluindo os registros digital e facial e a suspensão do ponto pela web”, explica o delegado Waldir.