skip to Main Content

Goiânia Clandestina apresenta novos poetas goianos

A programação conta com performance, Slam e mesa de debate sobre o mercado literário goiano

Por Redação Tribuna do Planalto - 23/03/2022

Festival sobre poesia marginal e publicações periféricas acontece neste sábado, 26, a partir das 17h no Identidade Bar, em Goiânia. A programação conta com roda de conversa sobre o mercado literário para poesia periférica, competição de poesia com prêmios em dinheiro para os ganhadores, performance, intervenção artística e shows.

O evento começará com debate sobre os meios de escrita e publicações independentes de poesia feita à margem do cânone, com os artistas Rafael Vaz, Marília da Silva e o coletivo Café com Chá e mediação de Mazinho, do Goiânia Clandestina.

Em seguida, teremos a 19ª edição do Slam Falatu, competição de poesia autoral, comandado pelo coletivo de arte e cultura Café com Chá. O concurso reunirá 10 artistas que vão recitar suas poesias ao público, que vai escolher os vencedores. O primeiro colocado receberá o prêmio de R$ 500,00 em dinheiro, o segundo lugar vai receber Prints A3 e A4 de artes da editora, adesivos e todas as edições da revista; já o terceiro colocado receberá um print A4, adesivos e todas as edições da revista clandestina.

Em seguida teremos a performance de Âmbar, mulher trans e negra, multiartista que experimenta linguagens diversas para abordar temas que passam pelo corpo como ferramenta política, discutindo gênero, raça e espiritualidade. No evento, Âmbar irá apresentar a performance “Âmbar, presente!”, a obra é um grito íntimo de resistência, sendo considerado pela artista uma ação-ritual, que evoca os ancestrais, o agora-futuro. Toda vida e história travesti mantém âmbar, presente.

Para finalizar o evento teremos o show do poeta, filósofo e rapper goiano Vitor Hugo Lemes, conhecido no cenário Hip Hop como “VH o Escrivão”. O artista faz parte do grupo de rap “CASEIRO” e compõe o projeto “Valderundestein”, além de autor do blog “pretopoetapreto”.

O show conta com a participação especial de Dam Caseiro e do DJ Tubarão, que vão apresentar as músicas presentes em “Pele Negra, Máscaras Brancas” e “O frágil exercício de ser”, as duas mixtapes solo de VH. Além de contar com canções inéditas que estão com lançamento previsto para o segundo semestre de 2022.

O projeto é financiado pela Lei Aldir Blanc do estado de Goiás em 2021.

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top