skip to Main Content

Governo leva ações sociais a quilombolas de Monte Alegre

Ação conjunta da OVG, GPS e Secretaria da Retomada leva donativos, cursos profissionalizantes e palestras sobre cooperativismo a 474 famílias da comunidade que fica a 500 quilômetros da capital

Por Redação Tribuna do Planalto - 18/04/2022

Da redação

Nesta terça-feira, 19, o Governo do Estado, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e Secretaria da Retomada, estará na comunidade quilombola Tinguizal, em Monte Alegre, a 500 quilômetros de Goiânia. A ação contará com a presença da presidente de honra da OVG e coordenadora do GPS, primeira-dama Gracinha Caiado, que acompanhará a entrega de donativos.

As equipes farão atendimentos e doações de benefícios sociais às famílias em vulnerabilidade social que vivem em várias comunidades quilombolas do município, das 9 às 16 horas. A região conta com 474 famílias que receberão mais de 800 donativos, entre cadeiras de rodas, andadores, bengalas, colchões, fraldas descartáveis, enxovais para bebês, leites especiais, filtros de barro para água, brinquedos e absorventes íntimos, além do Mix do Bem, alimento de alto valor nutritivo, que inclui arroz, proteína de soja, cenoura, tomate, alho e cebola desidratados.

Parceria Social

A ação social na comunidade quilombola Tinguizal contará ainda com a presença de representante do Clube da Costura do Shopping Mega Moda, de Goiânia, que arrecadou e destinará 450 quilos de retalhos e itens de costura. A iniciativa contribui com a geração de renda de mulheres que usam esse material na confecção de peças de artesanato, vestimentas típicas que fortalecem a identidade e resgatam a cultura da comunidade, além de acessórios.

Para auxiliar nessa geração de renda entre as famílias locais, a Secretaria da Retomada oferecerá 10 opções de cursos profissionalizantes gratuitos, como Informática Básica; Empreendedorismo; Marketing Digital; Costura Industrial; Princípios Básicos e Técnicas de Agroecologia; Produção de Plantas Medicinais e Ervas Aromáticas; Doces em Compota; Biojoias e Ourivesaria; Maquiagem e Serviços de Beleza. Cada curso terá carga horária de 40 horas e a aula inaugural de Corte e Costura será realizada na própria comunidade, na terça-feira (19).

O evento se encerrará com uma palestra sobre cooperativismo, com o objetivo de sensibilizar as costureiras da comunidade, que já atuam na confecção de peças originais, na constituição de uma cooperativa local, seguida de uma oficina ministrada pela estilista Naya Violeta, contratada pelo Sebrae. Ela comandará uma roda de conversa com as mulheres do Coletivo Tuya Kalunga, que funciona com foco na moda africana de base comunitária para o empoderamento feminino.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top