skip to Main Content

Correios prorrogam prazo para adoção de cartinhas para o Natal

Em Goiás, mais da metade já foi adotada, mas ainda há cerca de 4,5 mil cartas à espera de padrinhos e madrinhas


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 06/12/2023 - 12:47

Em Goiás, foram recebidas, até o momento, mais de 12 mil cartas, das quais 10,5 mil foram selecionadas

Os Correios apresentaram ontem o balanço parcial da edição 2023 do Papai Noel dos Correios, uma das maiores ações de solidariedade do país, em entrevista coletiva concedida pelo presidente da estatal, Fabiano Silva dos Santos, e pela diretora de Governança e Estratégia da empresa, Juliana Picoli Agatte. Na coletiva, os dirigentes anunciaram a prorrogação da campanha. Em Goiás, o novo prazo de adoção é até 15 de dezembro e a entrega dos presentes até o dia 18.

Em todo o país, até o momento, foram recebidas cerca de 237 mil cartas, das quais 134 mil foram adotadas. “Um dos nossos objetivos é que a gente consiga mobilizar a sociedade, instituições e entidades para atender essas crianças que têm esses sonhos de receber um presente no Natal”, declarou o presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos, a respeito da extensão do prazo.

No Estado de São Paulo, por exemplo, cerca de 26 mil cartinhas esperam pela adoção. Na Bahia, são 12 mil; em Minas Gerais, cerca de 9 mil. Outros estados com um volume alto de cartas sem madrinhas ou padrinhos são Mato Grosso (6 mil), Alagoas (5 mil) e Rio de Janeiro (4,5 mil). Com a prorrogação do prazo, agora a empresa se empenha para atingir a meta de 100% das cartas adotadas.

Em Goiás, foram recebidas, até o momento, mais de 12 mil cartas. 10,5 mil foram selecionadas por atenderem aos critérios da campanha, mais da metade já foi adotada, mas ainda há cerca de 4,5 mil à espera de padrinhos e madrinhas.

Nessa reta final da campanha, o presidente da estatal também destacou a importante participação de empresas e de organismos da sociedade civil para que a campanha caminhe para o sucesso. “Tem havido um engajamento grande por parte de pessoas jurídicas, o que, para nós, é essencial, porque nos dá esperança de tornar o Natal ainda mais especial para essas crianças”, enfatizou o presidente. Para participar adotando lotes de cartas ou realizando a doação de brinquedos que são comumente pedidos, como carrinhos, bolas e slimes, pessoas jurídicas podem entrar em contato com os Correios pelo [email protected].