skip to Main Content

Tarifa Social de Energia: cadastros podem ser feitos em terminais

Equatorial Goiás e CMTC vão para 19 terminais de Goiânia e Região Metropolitana para cadastrar famílias no programa que dá descontos de até 65% na conta de luz


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 20/05/2024 - 15:45

O cadastramento vai acontecer por ordem de chegada e é necessário apresentar documento pessoal com foto e a conta de luz. Foto: Equatorial

Começou nesta segunda-feira (20), no Terminal Isidória, em Goiânia, a força-tarefa para o cadastramento da Tarifa Social na conta de luz. As ações serão feitas dentro dos terminais de ônibus da capital e região metropolitana. Cerca de 400 mil famílias estão aptas a receber o benefício em Goiás, mas ainda não fizeram o cadastro.

A parceria é uma iniciativa da Equatorial Goiás e da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC). O cadastro poderá ser realizado em 19 terminais de ônibus, entre eles, Terminal Padre Pelágio, Novo Mundo e Araguaia. “Essa ação é para garantir que nenhuma família fique sem garantir desconto na fatura de energia. Dessa forma, será possível ter um alcance ainda maior para todos que estão aptos a receber o benefício”, afirma o gerente de experiência com o cliente da Equatorial Goiás, Hugo Leandro Ferreira

No terminal Isidória, os atendimentos serão feitos durante 12 dias, de 20 a 31 de maio, das 13h às 19h. O cadastramento vai acontecer por ordem de chegada e é necessário apresentar documento pessoal com foto e a conta de luz. Ao longo das próximas semanas, outros 18 postos serão abertos nos terminais da Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC) até que os 400 mil beneficiados sejam atendidos.

A Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) contempla os inscritos no Cadastro Único do Governo Federal identificados como de baixa renda (com renda mensal por pessoa de até ½ salário-mínimo), quilombolas, indígenas, pessoas que recebem o Benefício da Prestação Continuada (BPC), ou aqueles com renda familiar mensal de até três salários-mínimos, que tenham membros com doença ou patologia que exija o uso continuado de aparelhos ou equipamentos elétricos em domicílio.

Os descontos na fatura de energia podem chegar até 65% e têm ajudado no orçamento de muitas famílias goianas. São mais de 510 mil moradores cadastrados na Tarifa Social no estado e que aproveitam o desconto para garantir um dinheiro extra dentro de casa no final do mês. “A Equatorial Goiás entende que nosso papel no Estado vai além de garantir a distribuição de energia com qualidade e constância para as pessoas. A empresa veio a Goiás para cuidar da população, apoiar o desenvolvimento do estado e transformar essa concessão”, destaca o gerente de Relacionamento com o Cliente, André Abrão. O gerente ainda ressalta que a ação da TSEE nos terminais é fruto de uma busca ativa da concessionária em levar os benefícios disponíveis para a maior quantidade de clientes que estão aptos a recebê-los.