skip to Main Content

Um dos jovens feridos em ataque com martelo e faca em Anápolis segue em estado gravíssimo

Os adolescentes de 12 e 15 anos foram vítimas de uma briga envolvendo uma família e um grupo de alunos na porta de uma escola estadual


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 21/02/2024 - 08:51

F

Uma briga entre alunos de uma escola estadual em Anápolis, a 55 km de Goiânia, terminou em tragédia nesta terça-feira, 20. Um estudante de 14 anos morreu e outros dois, de 12 e 15 anos, ficaram feridos e levados para o Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). De acordo com o boletim médico desta quarta-feira, 21, o jovem de 15 anos segue em estado gravíssimo e o adolescente de 12 anos está estável. Testemunhas relataram que o motivo da confusão foi um desentendimento em um jogo online.

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma mulher de 43 anos, seus dois filhos, de 15 e 20 anos, chegaram ao local armados com um martelo e uma faca e partiram para cima dos estudantes. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que eles abordam um grupo de alunos que estava na esquina do Colégio Estadual Leiny Lopes de Souza.

A PM foi acionada e conseguiu deter os suspeitos, que foram encaminhados à Central de Flagrantes de Anápolis. Eles devem responder por homicídio e tentativa de homicídio. A mulher alegou que agiu em defesa do filho mais novo, que teria sido ameaçado pelos alunos por causa do jogo online. A polícia vai investigar a motivação e as circunstâncias do crime.

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc) lamentou o ocorrido e disse que toda a confusão aconteceu fora do ambiente escolar, por motivos pessoais dos estudantes. A Seduc informou que acionou a Superintendência de Segurança Escolar e Colégio Militar e o Núcleo de Saúde e Segurança do Servidor e do Estudante para prestar assistência e apoio à escola, aos estudantes e às famílias.

Nota Seduc

Em atenção à solicitação de informações sobre ocorrência envolvendo estudantes do Colégio Estadual Leiny Lopes de Souza, em Anápolis, a Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc) informa:

A briga ocorreu nesta terça-feira, 20/12, fora do ambiente escolar. Infelizmente, um dos envolvidos, ex-aluno do Colégio, faleceu em decorrência dos ferimentos. Conforme informações preliminares, os desentendimentos entre os estudantes têm motivos pessoais;

Assim que informada, a Superintendência de Segurança Escolar e Colégio Militar da Seduc se deslocou para Anápolis, onde acompanha o atendimento aos envolvidos, a escola e o trabalho das autoridades policiais;

Ainda com vistas à assistência e apoio à escola e, em especial, a estudantes e suas famílias, a equipe do Núcleo de Saúde e Segurança do Servidor e do Estudante da Seduc já acompanha o caso;