skip to Main Content

Tribuna do Planalto e da gente


Vassil Oliveira Por Vassil Oliveira em 30/06/2024 - 07:00

Uma das minhas maiores alegrias nos finais de semana dos primeiros tempos como profissional era esperar a edição impressa do Jornal da Segunda que eu ajudara a fazer. Sim, como repórter. Depois, como editor. O barulho da impressora e a visão do jornal impresso provocava uma emoção maravilhosa. Aliás, todo o processo era mágico.

Eu era pautado pelo Luiz Carlos Bordoni, mestre amigo. Só aí já vale uma faculdade. E o restante da semana podia conviver com os personagens da notícia, lá na rua, e com os de minha admiração, na redação. Anésio Júnior, Mexicano… não, não vou citar nomes. São muitos, de inesquecível convivência. Inclusive de quando a gente quebrava o pau pra resolver as questões internas.

Depois, quando o JS já era Tribuna do Planalto, veio a nova geração. No lançamento do meu livro, tive a alegria de receber alguns. Uma escola, um encontro de amigos, uma alegria pulsando no peito com as boas memórias que nos acariciam até explodir, só de triscar naquele tempo. Saudade gostosa.

Início de julho, dia 7, comemoramos o aniversário dessa aventura, desse empreendimento do Sebastião Barbosa. O Tião é apaixonado por história e faz história em Goiás. Não existe comunicação em Goiás sem que se fale da importância do JS/TP. Principalmente o Tião formou legados, deu início a novas histórias, construiu um futuro que o tempo multiplica e enobrece.

A Tribuna do Planalto imprime Goiás com a força de suas páginas. Lê e deixa-se ler com a vida como ela é e como ela entra em nossas percepções sobre a própria vida. Aos 38 anos, escreve como quem sempre esteve aqui e de um jeito que é impossível apagar. Quem vê tinta e bits, nem se dá conta dos corações que pulsam nos títulos, textos, fotos, palavras. Palavras que amam ser.