skip to Main Content

Troca de presentes entre namorados promete aquecer vendas na 44

Muitos lojistas estão com boas expectativas sobre o impacto positivo trazido pelo 12 de junho, Dia dos Namorados, que é a terceira melhor data para o comércio no polo de moda em Goiânia


Avatar Por Redação Tribuna do Planalto em 07/06/2024 - 17:00

A expectativa é de que a data mais romântica do ano também movimente o maior polo de confecção e de distribuição de moda do Centro-Oeste, a Região da 44, em Goiânia.

Com uma média de gasto de R$ 188 por item, acima da registrada no ano passado, o Dia dos Namorados (12 de junho) deve injetar R$ 110 milhões na economia goianiense nos próximos dias, segundo sondagem realizada pela CDL Goiânia [Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia]. O levantamento também aponta que 70% da população economicamente ativa da capital pretende dar algum presente e que as roupas e os calçados são as opções de presentes preferidas por 48% dos consumidores, seguido por perfumes e cosméticos (19%) e joias e semijoias (14%).

A expectativa é de que a data mais romântica do ano também movimente o maior polo de confecção e de distribuição de moda do Centro-Oeste, a Região da 44, em Goiânia. De acordo com o presidente da Associação Empresarial da Região da Rua 44 (AER44), Lauro Naves, a data é a terceira melhor do ano para o comércio no polo de moda, ficando atrás apenas do Dia das Mães e do Natal. “Nesta semana que antecede o Dia dos Namorados, a nossa expectativa é receber cerca de 200 mil compradores, um aumento de 30% no fluxo de clientes do atacarejo e varejo. Essa data acaba sendo muito importante para a região, porque ao comprar o presente para a namorada ou o namorado, a pessoa com frequência leva mais itens, inclusive para uso próprio, justamente para aproveitar o preço de atacado”, afirma Lauro Naves.

O presidente da AER44 lembra que, apesar da sua vocação de origem para o atacado, os shoppings e lojas da Região da 44 estão cada vez mais preparados para receber esse público do atacarejo, com lojas maiores, mais confortáveis, com provadores e atendimento voltado para o público do varejo ou atacarejo. “Além disso, os próprios shoppings buscam promover ações para atrair compradores, sorteando brindes, e os lojistas da região estão cada vez mais abertos para a possibilidade de troca de mercadorias, o que antes era raro”, destaca Lauro.

Otimismo
O empresário Lucas Roberto Silva, que possui sete lojas na Região da 44, das quais duas mais voltadas para o atendimento ao varejo e atacarejo, está entre os otimistas para a data. Depois de perceber melhora nas vendas para o atacado no último mês, há uma semana do Dias dos Namorados ele espera um bom aumento na movimentação do atacarejo. “A nossa expectativa é muito boa para esta semana, esperamos, inclusive, superar o volume de vendas que registramos para o Dia das Mães deste ano. Já na semana passada percebemos uma melhora significativa e para os próximos dias é de uma movimentação 30% maior em relação ao normal”, afirma o lojista.

Lucas Roberto confirma que o Dia dos Namorados acaba sendo uma boa oportunidade para aumentar as vendas no atacarejo, pois quase sempre o cliente varejista que vem comprar o presente para a namorada ou o namorado, acaba levando uma ou outra peça também para uso próprio. “No perfil de nossas lojas, que oferece tanto moda feminina quanto masculina, essa situação acontece muito, ou seja, a pessoa vem comprar o presente para alguém, e acaba saindo com a sacola cheia, para aproveitar o preço de atacado na Região”, esclarece.
Trabalhando exclusivamente com moda feminina casual, a empresária e lojista Karla Vidigal também está esperançosa para uma melhora nas vendas nesta semana que antecede o Dia dos Namorados. “Na última semana já sentimos um aumento significativo e para os próximos dias a expectativa é de um incremento entre 15% e 20% nas vendas”, avalia a empresária, dona da marca Kelui Moda Feminina.

Com uma loja física na Galeria Espaço Minas Goiás, Karla aponta que as peças femininas que mais têm saído como presente para o Dia dos Namoradas são as calças montaria em algodão com elastano e as blusas no tricot. “Essas peças estão bem na moda porque, além de vestir bem a grande maioria das mulheres, compõe um look sofisticado, mas ao mesmo tempo muito confortável”, afirma.

Dicas e tendências
E por falar em tendência, a designer de moda e influenciadora digital junto ao perfil oficial da Região da 44 no Instagram, Sabrina Alves, traz dicas valiosas para não errar no presente da namorada ou do namorado. Ela lembra que estamos na temporada outono/inverno, com temperaturas mais baixas ou amenas, e isso deve impactar na escolha do presente para o próximo dia 12 de Junho. “Com frio presente, teremos a saída de muitos casacos e da calça jeans que é uma peça muito versátil e que todo mundo gosta de ter no guarda-roupa, tanto os homens quanto as mulheres”, afirma.

De acordo com Sabrina, para os homens uma boa sugestão para não errar, além do tradicional jeans, são as camisas sociais de estampas lisa e cores mais escuras, as camisas de malha em algodão no estilo T-shirt e as versáteis camisas polos. “Já para os looks femininos, eu percebo que os homens gostam muito de comprar na Região da 44 sapatos. E essa preferência pelo sapato se dá, eu acredito, porque a grande maioria dos homens, não costuma saber as numerações de calça e de blusas que as namoradas ou esposas usam e também não têm noção sobre o corte e o caimento que ficará melhor no corpo. Por isso os sapatos e também os acessórios, como brincos, colares, acabam sendo uma opção mais escolhida pelos namorados por ser fácil de acertar”, avalia a designer de moda. Mas os homens que conhecem bem o biotipo e o estilo da parceira, segundo afirma Sabrina Alves, optam muito pelas calças jeans, pelas blusinhas mais casuais.